Publicidade

Revolta contra feminicídio de Geovanna viraliza postagem da “Mulheres do PT” na Internet

  • em



 

 

 

Uma postagem da Secretaria de Mulheres do PT no Instagram pedindo justiça para Giovanna Laura Peters, 20 anos, assassinada pelo namorado, em Ceilândia, região administrativa do Distrito Federal, na última semana de novembro, viralizou na Internet.

 

A revolta com a brutalidade do caso foi a gota d’água para a reação nas redes digitais. O Brasil tem registrado, sistematicamente, desde o golpe de Estado de 2016 e aprofundado no govenro Jair Bolsonaro, um aumento da violência contra a mulher e de feminícidos.

 

Giovanna foi morta por Leandro de Araújo Marques, 22 anos.  imobilizou a vítima por trás e usou uma faca para degolar a jovem. A @pcdf_oficial encontrou vestígios de sangue em vários cômodos da casa, e o suspeito assumiu a autoria do crime.

 

À PCDF, segundo apurou a #ColunaNaMira, Leandro disse que a jovem teria dormido em sua casa, em Ceilândia, e pego um transporte por aplicativo por volta das 9h da última segunda-feira (29/11), para ir embora. A partir daí, a família passou a não conseguir contato com Giovanna. Após uma minuciosa investigação, a polícia descobriu, por meio do WhatsApp, que a última conexão da vítima havia sido pela rede Wi-fi da casa do suspeito.

 

Leandro já havia sido ouvido e se mostrado colaborativo com as investigações. Disse que não havia tido nenhuma discussão com a jovem. Diante de novas evidências, Leandro confessou o crime. Disse que o casal havia rompido anteriormente e que estavam tentando reatar a relação. Ao descobrir que a jovem teria tido outros relacionamentos nesse intervalo, se enfureceu, dando início à discussão.

 

Após negar envolvimento com o desaparecimento da jovem Giovanna , Leandro contou ao pai que a matou, dentro de casa, em Ceilândia. A confissão aconteceu após os dois chegarem da 23ª Delegacia (Ceilândia Sul), onde, na companhia de um advogado, Leandro prestou esclarecimentos aos investigadores. Não convencidos, os policiais aconselharam ao pai de Leandro que conversasse em particular com o filho, pois as informações dadas por ele estavam desencontradas.

 

A confissão ao pai aconteceu às 2h, desta sexta-feira (3/12). Assim que ouviu do filho que teria matado a namorada, Paulo Cláudio Marques ligou para a delegacia e entregou o rapaz, que se comprometeu a indicar o local exato onde teria desovado o corpo da jovem.

 

Giovanna era Jovem Aprendiz e atuava como monitora numa creche situada no Areal e sonhava em crescer profissionalmente. Confira a nota de pesar da instituição.

 

 

NOTA DE PESAR

 

Acabamos de receber a triste notícia de que nossa Jovem Aprendiz Giovanna Laura foi encontrada sem vida em uma área de mata atrás da antiga academia da PCDF, em Taguatinga. O namorado confessou a autoria do crime contra a jovem e já está preso.

 

 

Sempre muito solícita e dedicada nas atividades da formação teórica, Giovanna atuava como monitora numa creche situada no Areal e sonhava em crescer profissionalmente.

 

 

Infelizmente esse é mais um caso de feminicídio que entra para as estatísticas. É mais um caso de sonhos que foram interrompidos de forma abrupta e precoce.

 

 

Nós da Casa Azul prestamos condolências à família. Não temos palavras para expressar nosso pesar e tristeza. Contem com o nosso amor, apoio e solidariedade nesse momento tão difícil.

 

 

#Luto

 

 




 

 

SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

O Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB
Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *