Publicidade

Maranhão: depois de derrota no segundo turno, governador permanece indefinido

  • em


Um dia após a eleição de segundo turno em São Luís, o quadro político do Estado permanece indefinido. Ontem, domingo, 29, o candidato do governador Flávio Dino no segundo turno, o deputado estadual Duarte Júnior (Republicanos) foi derrotado pelo deputado federal Eduardo Braide (Podemos). O parlamentar federal teve 270.577 votos contra 216.665 do seu adversário.

 

A base aliada do governador na Assembleia Legislativa se dividiu após os resultados do primeiro turno. O terceiro colocado na primeira volta da eleição, o deputado estadual Neto Evangelista, do DEM, que tinha o PDT em sua chapa como vice, decidiu apoiar o adversário do governador, mesmo fazendo parte da base aliada do governo na Assembleia. O PDT foi junto, mesmo o senador Weverton Rocha se declarando oficialmente neutro.

 

Com isso, o candidato oficial do governo passou a contar apenas com o quarto e o quinto colocados (do PCdoB e do PSB), partidos que se dividiram no segundo turno, bem como o PT que se aliara ao PCdoB na primeira volta.

 

Hoje, as atenções se voltaram para o Palácio dos Leões, que emitiu sinais díspares em relação ao que pretende fazer com os ex-aliados, os quais detêm cargos no governo estadual. O funcionamento da Assembleia Legislativa nesta semana pode revelar os rumos do que vai acontecer nos próximos dias.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *