Publicidade

Bolsonaro vai tomar cafezinho em padaria de Brasília e é vaiado

  • em


Hoje (9/4), o presidente Jair Bolsonaro foi a uma padaria na quadra 303 da Asa Norte, em Brasília, para tomar um cafezinho, com um grupo de pessoas – a maioria seguranças. Não satisfeito em pregar o fim do isolamento social, ele ainda saiu às ruas para provocar a população que obedece a quarentena e foi fortemente vaiado e até chamado de “assassino”. Veja o vídeo.

 

O DF tem a maior taxa de incidência da doença por 100 mil habitantes no Brasil. Indiferente às consequências e de forma irresponsável, Bolsonaro já havia ido a locais muito movimentados do DF, como Ceilândia e Taguatinga, no dia 29 de março.

 

Bolsonaro tem desrespeitado e até feito chacota dos pedidos para evitar aglomerações, feitos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo próprio Ministério da Saúde. Aliás, depois de ir à padaria, o presidente usou sua live semanal para ameaçar novamente de demissão o ministro Mandetta, da Saúde: “Médico não abandona paciente, mas o paciente troca de médico”. Resta saber se agora ele demite mesmo ou está sem poder para tomar essa decisão.

  • Compartilhe