Publicidade

Viúva de Luís Carlos Prestes, Maria Prestes morre de covid-19 aos 92 anos

  • em



Faleceu, nessa sexta (4), Maria Prestes, viúva do líder comunista brasileiro Luís Carlos Prestes (1898-1990). Ela conviveu com Prestes durante 40 anos, na maior parte do tempo escondidos ou exilados, e tiveram sete filhos.

 

Nas redes sociais, o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, prestou sua homenagem: “Dona Maria Prestes foi uma militante política das causas populares por toda a vida. Junto ao marido, Luis Carlos Prestes, enfrentou a perseguição e o exílio. Nos seus 92 anos de vida inspirou gerações de lutadores. Meus sentimentos aos seus familiares, amigos e companheiros”.

 

 

 

Neta do casal, a socióloga Ana Prestes postou nas redes sociais uma homenagem à avó:  “Partiu uma grande brasileira. Dona Maria Prestes, que também foi Maria do Carmo ou Altamira ou todos os nomes que precisasse usar para seguir lutando por liberdade, democracia e justiça social. Uma comunista orgulhosa de sua luta e a mais maravilhosa avó que alguém poderia ter”.

 

 

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) também homenageou Maria Prestes: “É com muita tristeza que comunicamos a passagem de nossa querida dona Maria Prestes, esposa do Cavaleiro da Esperança Luiz Carlos Prestes. Dona Maria completou 90 anos dia 02 de fevereiro, dia de Iemanjá, e hoje nos deixou, vítima do genocídio que vivemos. Uma mulher fantástica, inspiradora e de luta! Que possa seguir nos iluminando!! #MariaPrestesPresente”

 

 

Em nota, a Rede PT também manifestou seu sentimento de pesar pela morte da comunista.

 

 

Maria Prestes estava internada desde o fim do mês passado em um hospital do Rio de Janeiro, diagnosticada com Covid-19. Havia completado 92 anos na última quarta-feira, 2 de fevereiro.

 

 

Ela sempre participou de movimentos políticos e escreveu o livro “O sabor clandestino de Maria Prestes”. A obra é um conjunto de crônicas sobre a década de 1970, quando o casal morava em Moscou, na Rua Gorki.

Maria Prestes esteve junto com o companheiro em lutas políticas

 

 

Maria Rodrigue Sobral Prestes nasceu na cidade do Recife, nos anos de 1932, militou na Juventude Comunista Brasileira, casou-se, em 1950, com Luís Carlos Prestes, um dos principais líderes comunistas do país no século XX.

 

 

Maria conheceu Prestes enquanto era responsável pela segurança pessoal do líder na cidade de São Paulo. Ela ficou viúva nos anos 1990 quando o marido faleceu.

 

 

Durante o século passado o casal esteve junto na maior parte do tempo escondidos da perseguição da ditadura civil-empresarial-militar (1964-1985) ou exilados fora do País.

 

 

Com edição do Jornal Brasil Popular.




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.

 

 

Você pode nos ajudar aqui:

 

 

Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

 

 

BRB

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

 

 

→  PIX:23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

 

 

📷 Instagram

🎞️YouTube

📱Facebook  

💻Site

 

 

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

 

 

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *