Publicidade

Vinih Allves fala sobre sua trajetória na música e o interesse de crescer em Palmas

  • em



 

Vinih Allves, tem 21 anos. Sua trajetória na música começou ainda na infância, aos 7 anos

 

 

Nascido em Santana do Araguaia (PA), Lázaro Vinicius, conhecido artisticamente como Vinih Allves, tem 21 anos. A sua trajetória na música teve início ainda na infância, aos 7 anos de idade teve seu talento reconhecido e premiado ao ganhar um show de talentos em Caseara (TO), cidade onde foi criado.

 

 

Ao ser questionado sobre a sensação de ganhar a primeira premiação, Vinih recorda da sua inocência e fala sobre outros prêmios.

 

 

“Eu canto desde que me entendo por gente! Quando ganhei o meu primeiro show de talentos era bem inocente, eu cantei e as pessoas gostaram. Lembro que estava concorrendo com crianças e adultos, me senti normal. Depois, aos 8 anos, ganhei 100 reais na minha escola, naquele tempo era dinheiro demais. Na época eu não me importava muito com isso, era criança e pensava em brincar, mas sempre cantei. Hoje reconheço que tudo isso foi muito bacana.”

 

 

O artista fala sobre o sertanejo, seu gênero musical favorito.

 

 

“Meu gênero favorito é o sertanejo! Gosto e canto vários outros ritmos também, mas o sertanejo domina tudo e isso me atrai, essa mistura de todos os ritmos é incrível. Me dou muito bem com o estilo.”

 

 

Vinih relembra das dificuldades e das fases ruins que surgiram no decorrer da sua trajetória.

 

 

“Já pensei em desistir e ainda penso às vezes! O falecimento da minha mãe há 2 anos atrás foi muito triste, lembro que quando ela estava internada no HGP eu cantava em alguns barzinhos de Palmas. Outra situação que me desanimou aconteceu quando eu estava em Goiânia. Cantando e me dando bem por lá, conheci um empresário, estávamos comprando as composições, indo aos estúdios e tudo estava dando certo. Daí ele conheceu outro cantor, me deu algumas desculpas dizendo que eu era jovem demais para trabalhar com ele… Com isso, comecei a achar que estava perdendo tempo.”

 

 

Diante das dificuldades e da sua trajetória, que ainda se constrói, o jovem fala das suas inspirações na música e do seu desejo de crescer profissionalmente na capital.

 

 

“Eu admiro e me identifico com o Cristiano Araújo e o Gusttavo Lima. Eles têm uma boa trajetória na música. Ainda pretendo crescer muito cantando aqui em Palmas, quero conquistar fãs e um público fiel. Espero encontrar um empresário e um produtor forte que possam me ajudar.”

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *