Publicidade

UTIs privadas lotadas em Porto Alegre levam pacientes de planos de saúde a buscaram vagas no SUS

  • em


Todos os leitos de Unidade de Terapia Intensiva de hospitais privados, em Porto Alegre e na Região Metropolitana chegaram a ficar ocupados neste domingo, 06 de dezembro. A informação foi confirmada pela Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul (SES-RS). Os dados são atualizados pelo painel de Monitoramento da SES-RS, das 354 vagas disponíveis para pacientes críticos de 70 hospitais nas macrorregiões, todas estiveram ocupadas.  Ainda segundo, informações da equipe do painel, houve um recuo leve passando para 99,2% o nível de ocupação, nesta segunda-feira, 07. Ou seja, dos 354 leitos, 351 estavam ocupados. Os leitos do SUS registravam ocupação de 77,7% na região.

 

O panorama mostra a gravidade do aumento de casos de Covid-19. Os leitos privados não são regulados pelo poder público, cabe a cada hospital gerenciar a situação. O paciente atendido pelo plano de saúde pode ser encaminhado ao Sistema Único de Saúde, em casos de extrema urgência para verificar disponibilidade de vagas.

 

Outras regiões com lotações de UTIS

 

O município de Pelotas na Região Sul, também registra ocupação nas vagas de UTI neste final de semana. Uma paciente com 67 anos, procurou atendimento na UPA. Foi transferida para um hospital em Dom Pedrito, num deslocamento de mais de três horas. Faleceu uma hora depois da chegada. A paciente tinha coronavírus. O município de Lajeado está com seus 9 leitos de UTI ocupados dos 10 disponíveis em Venâncio Aires todos os leitos estão ocupados. O mesmo é registrado em Osório no Litoral Norte, onde todos os leitos estão ocupados.

 

Aglomerações seguem no final de semana

 

Duas festas clandestinas foram dispersadas no município de Gravataí no sábado. Uma com mais de 300 pessoas no bairro São Luiz e a outra com 60 pessoas na zona rural da cidade. As denúncias foram registradas por ligações anônimas.

 

 

Foto – Robson da Silveira/PMPA

 

 

 

  • Compartilhe