Publicidade

Universidades e faculdades historicamente negras dos EUA recebem ameaças de bomba

  • em



Estudantes e funcionários receberam ordens de abrigo. Atitude acontece na véspera de comemorações afrodescendentes no país

 

Várias universidades e faculdades historicamente negras nos Estados Unidos receberam ameaças de bomba nesta segunda-feira (31), forçando as instituições a emitirem ordens de abrigo no local enquanto cancelavam as aulas e operações do dia.

 

 

Albany State University, na Geórgia, Delaware State University, em Delaware, Southern University e A&M College, em Louisiana, Howard University, em Washington, Bowie State University, em Maryland e Bethune-Cookman University, na Flórida, estão entre as instituições norte-americanas ameaçadas.

 

 

“Devido a uma emergência no campus, as aulas acontecerão virtualmente. As pessoas no campus devem se abrigar no local até novo aviso”, disse a Bowie State University em mensagem no site da universidade.

 

 

A Delaware State University pediu a funcionários e estudantes que não fossem ao campus até novo aviso. “Instruímos nossa população residencial a permanecer no dormitório enquanto uma busca no campus está ocorrendo, e isso está em andamento neste momento”, disse um porta-voz da universidade.

 

 

Essa foi a segunda vez neste mês que instituições de ensino superior historicamente negras enfrentaram ameaças de bomba. Na primeira vez, no dia 5, oito universidades receberam ameaças de bombas, porém, nada foi encontrado.

 

 

Até a última atualização não foram encontrados objetos explosivos nas faculdades em questão.

 

 

Mês da história negra

 

 

O mês de fevereiro, que começa nesta terça, é importante para os afrodescendentes que residem no território dos Estados Unidos. O movimento conhecido como “Black History Month” (mês da história negra) acontece desde a década de 20.

 

 

Inicialmente as comemorações seguiam essas datas por coincidirem em fevereiro os aniversários de Abraham Lincoln (12 de fevereiro) e Frederick Douglas (14).

 

 

O ex-presidente ficou conhecido por ter sido aquele que aboliu a escravidão em todo o território americano, enquanto Douglas foi um escravo que fugiu de Maryland e liderou o movimento abolicionista em Nova York.

 

 

Posteriormente, em 1976, o à época presidente Gerald Ford instituiu, oficialmente, o mês da história negra.

 

Diversas faculdades dos Estados Unidos têm comemorações oficiais para referenciar esses momentos.

 

As ameaças de bombas possivelmente têm relação com o Black History Month

 

 




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.

 

 

Você pode nos ajudar aqui:

 

 

Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

 

 

BRB

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

 

 

→  PIX:23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

 

 

📷 Instagram

🎞️YouTube

📱Facebook  

💻Site

 

 

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

 

 

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *