Publicidade

UNICAFES-RS traça metas para fortalecer cooperativismo no estado

  • em


Agroecologia, Plano Safra, estiagem, retomada do microcrédito, criação de um Fundo Estadual do Cooperativismo, estabelecer uma política para a cadeia do Leite,  para os citros, formação/capacitação, mercados, crédito. Temas debatidos na assembleia geral ordinária, em formato virtual da União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária (UNICAFES-RS), realizada nesta sexta, 26.

 

Com participação de representantes das cooperativas associadas.  A abertura foi feita pelo presidente e secretário da entidade, Gervásio Plucinski e Lecian Conrad respectivamente. Conforme o edital, foi apreciado o relatório anual de atividades, apresentação do balanço geral e prestação de contas de 2019; parecer do conselho fiscal; apreciação do plano de gestão e atividades para o ano seguinte. Todos os pontos foram aprovados por unanimidade.

 

Foi feita a apresentação realizadas pela UNICAFES-RS divididas em sete eixos: representação e articulação, formação, gênero e geração, produção, redes e mercado, energias renováveis, crédito solidário, gestão e governança. Plucinski destaca que foram inúmeras ações com o governo federal, estadual, entidades, deputados federais e estaduais e cooperativas.

 

Também foi discutida a criação de um Fundo Estadual do Cooperativismo.  E a formação de um programa de educação cooperativista que envolveu as cooperativas associadas em cursos de gestão e governança, finanças e vendas. Temas que vão ser estendidos para o próximo período, já existem sete cursos estruturados que acontecerão em formato online, EAD e presencial.

 

Foram apresentadas ações nas áreas dos mercados, na articulação entre cooperativas, produção e comercialização, e agregação de valor aos produtos das cooperativas. O crédito solidário por meio das cooperativas CRESOL foi destacado, principalmente com abertura de novos postos de atendimento, chegando mais próximo dos seus associados e aumentando consideravelmente a prestação de serviços e no acesso ao crédito.

 

Para Gervásio Plucinski, “a assembleia demonstrou a força de atuação da UNICAFES-RS em várias áreas, por isso também, no próximo o foco seguirá nestes eixos, trabalhando ainda mais para fortalecer as cooperativas solidárias, seja através da expansão e novos serviços, seja através da articulação e representação”. Houve participação das cooperativas de crédito (Cresol Sicoper e Cresol Central). Além de representações da Unicafes Nacional, Unicafes-SC e Unicafes-PR, além de outras entidades parceiras do cooperativismo.

 

A partir das discussões, UNICAFES-RS irá propor um ciclo de debates sobre temas de interesse das cooperativas no cenário econômico e social.

  • Compartilhe