Publicidade

União Brasil (DEM e PSL) quer lançar Ciro Gomes na Presidência da República

  • em



Ciro Gomes (PDT-CE)  pode ser candidato a Presidente da República em 2022 pela União Brasil. A informação é do prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), divulgada nesta quarta-feira (27). O União Brasil é um partido político em formação a partir da fusão de DEM e PSL.

 

Aliado de ACM Neto, presidente do DEM, Reis declarou também que votou no pedetista nas eleições de 2002. “Em 2022, o objetivo maior é ter uma candidatura própria. O ex-prefeito [ACM Neto] também disse isso, na presença de Ciro Gomes, que é parte interessada em ter esse apoio. Ter uma candidatura própria é conseguir ter um nome que reúna o sentimento da população e que possa ser essa caixa de ressonância. Se não for possível, vamos ver qual o posicionamento”.

 

Ciro Gomes, no entanto, é uma das opções, dentre outras que existem. Ainda segundo declarações do Prefeito de Salvador na entrevista coletiva sobre o programa Salvador Solar, a definição da estratégia do União Brasil deve sair no início do segundo semestre de 2022.

 

“Até lá temos um primeiro período, até abril, de fortalecimento do partido, de trazer candidatos a governador, senador, deputado, montar um palanque regional em cada estado. A partir daí, fortalecendo o partido, dando condições para uma candidatura própria”, disse.

 

“‘Temos esse nome? Não temos?’. Então iniciamos as conversas. De abril até agosto, quando ocorrem as convenções, o partido vai adotar um posicionamento”, completou. Nesta quarta, como mostrou a coluna Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, Ciro também teceu elogios a ACM, afirmando que ele é uma das principais lideranças políticas do país.

 

Disse, ainda, que ele se revelou um administrador “extraordinário” quando esteve à frente da prefeitura da capital baiana. “Salvador ficou ainda mais formosa, bela e habitável”, afirmou o pedetista durante a live.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *