Publicidade

Trabalho inclusivo e sustentável no algodão que transforma

  • em


Trabalho Decente e Crescimento Econômico – Objetivo 8 da Agenda 2030 e a TS – A Trama do Algodão que Transforma

 

 

Nesta edição a proposta é demonstrar a aderência da TS – A Trama do Algodão que Transforma com o Objetivo 8 – “Trabalho Decente e Crescimento Econômico – Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo, e trabalho decente para todos” ( www.agenda2030.org.br/ods/8/ ).

 

 

Destaca-se nas metas referentes a este objetivo a importância na promoção de políticas que apoiem as atividades produtivas, geração de emprego decente, empreendedorismo, criatividade e inovação, e incentivar a formalização e o crescimento das micro, pequenas e médias empresas, inclusive por meio do acesso a serviços financeiros.

 

 

A TS – A Trama do Algodão que Transforma foi desenvolvida pela Cooperativa Central Justa Trama que possui sede em Porto Alegre (RS).

 

 

O trabalho consiste na produção e comercialização de roupas e acessórios com a utilização de algodão agroecológico, em um processo que envolve todos os elos de produção desde o plantio até o produto final.

 

 

A motivação para a criação da cooperativa surgiu em 2005 com o desafio de produzir 50 mil bolsas encomendadas para o Fórum Social Mundial realizado em Porto Alegre, em um trabalho conjunto realizado com mais 44 empreendimentos da Economia Solidaria.

 

 

A Cooperativa Central foi formalmente constituída em 2018 e possui entidades associadas no CE, MS, MG, RO e RS, oferecendo oportunidade para aproximadamente 500 trabalhadores (as).

 

 

Duas das entidades vinculadas também atuam como banco comunitário de desenvolvimento, com linhas de crédito para investimentos e também para pequenas reformas nas moradias.

 

 

Os produtos da Justa Trama possuem pontos de venda em vários Estados do Brasil e também uma loja própria em Porto Alegre, além de atender demandas de outras marcas que incentivam o uso do algodão agroecológico.

 

 

Outro fator importante a ser ressaltado é a garantia que os trabalhadores possuem em que a sua remuneração depende somente do empenho de cada um, da qualidade e do processo de gestão, eliminando a interferência de terceiros e de atravessadores.

 

 

O trabalho desenvolvido pela Justa Trama foi reconhecido pela FAO como uma metodologia capaz de enfrentar a pobreza em países como a Bolívia, Paraguai e Colômbia.

 

 

Detalhes sobre a implantação e funcionamento do projeto podem ser acompanhados pelos seguintes endereços eletrônicos:

https://transforma.fbb.org.br/tecnologia-social/a-trama-do-algodao-que-transforma

https://www.justatrama.com.br/

 

 

A reaplicação desta TS pode contar apoio de investidores sociais privados, doações e também recursos do poder público.

 

 

(*) Jefferson Oliveira – Economista

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *