Publicidade

Testemunha do massacre de Pau D’Arco é assassinado no Pará

  • em



O crime ocorreu na noite dessa terça-feira (26/1). Ele presenciou a ação policial que deixou 10 posseiros mortos em 2017. Viu seu namorado morrer no massacre. Chegou a entrar no programa de proteção a testemunhas

 

Um dos sobreviventes do chamado massacre de Pau D’arco, que ocorreu em 2017, no Pará, foi assassinado, na noite dessa terça-feira (26/1). Fernando dos Santos Araújo era trabalhador rural e foi morto com um tiro na nuca, segundo informou a Comissão Pastoral da Terra (CPT). A causa da morte ainda está sendo investigada.

 

O crime ocorreu no lote no qual morava, próximo ao local em que ocorreu a chacina. A CPT informou que Fernando era uma das testemunhas da ação policial que matou dez camponeses no município de Pau D’arco, incluindo o namorado dele.

 

“Fernando viu seu namorado morrer no massacre. Chegou a entrar no programa de proteção a testemunhas, mas decidiu encarar o risco e voltar à fazenda Santa Lúcia”, informou a Comissão no seu Twitter. A CPT postou também que, quando Fernando saiu do programa, chegou a dizer: “A gente já pagou por essa terra. Com o nosso sangue”.

 

Terrorismo das polícias e o massacre de Pau D’Arco
Dez posseiros foram assassinados, dentre eles e elas, nove homens e uma mulher. A justificativa dos policiais militares e civis envolvidos no caso é que tinha sido uma ordem judicial.

 

Uma das testemunhas da chacina disse que os agentes que participaram da ação não deram nem sequer oportunidade para os moradores e trabalhadores do local falarem e questionarem o porquê da iniciativa. Já chegaram exterminando as pessoas.

 

Outro sobrevivente do massacre disse, na ocasião, que “a polícia chegou já gritando ‘não corre não que vai todo mundo morrer’ e já atirando ao mesmo tempo… gritando e atirando”.

 

Com informações da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e imprensa

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *