Publicidade

Tecendo o Amanhã: Lula pede vacina à Rússia e China

  • em


“Estamos muito tristes com os números assombrosos de mortes na pandemia. Estamos batendo recordes e recordes. Inclusive, teve um número que saiu aí que no ano de 2021 já morreram mais brasileiros do que todo o ano de 2020 na pandemia. Isso em 21 cidades com mais de 100 mil habitantes”, afirma o jornalista Moysés Corrêa, na abertura do programa Tecendo o Amanhã, na TV Comunitária do Rio de Janeiro.

 

 

 

Na edição desta sexta-feira (12), Corrêa, juntamente com os jornalistas Beto Almeida, da Telesur e Jornal Brasil Popular, e César Fonseca, do site Independência Sul Americana, analisam a situação da pandemia e trazem uma notícia importante sobre a intervenção do ex-presidente Lula na compra de vacinas.

 

 

“Desde que percebemos a gravidade da pandemia, no ano passado, que o Brasil tinha de procurar um acordo com a Rússia e com a China similar àquele que foi feito pelo primeiro ministro conservador da Itália, que convocou a Rússia, que em 24 horas mandou 20 aviões com médicos infectologistas e também a China, que mandou imediatamente médicos, e, Cuba, que mandou uma brigada médica para a Itália, na Lombardia, e, lá salvaram vidas, porque lá também a situação estava fora de controle”.

 

 

Confira na edição desta sexta, o programa Tecendo o Amanhã com a manchete “Lula pede vacina à Rússia e China”

 

 

 

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *