Publicidade

SOS – Genocídio no Brasil

  • em


“Por estes mortos, nossos mortos,
peço castigo.
Para os que salpicaram a pátria de sangue,
peço castigo…”
(Pablo Neruda)

 

 

 

 

No dia 30 de março, às 8h, acontecerá, na Praça dos Três Poderes, em Brasília, uma instalação artística que visa a denunciar ao País e ao mundo o genocídio em marcha no Brasil.

 

​O grupo de ativistas que organiza este evento vem, desde o início de 2020, promovendo atividades para denunciar a política do governo federal no trato da Covid-19, entre outros crimes, e voltam à praça pública nessa data para denunciar o descaso, a incompetência e crueldade com que o governo Bolsonaro/Mourão/Centrão executa um verdadeiro projeto de assassinato em massa no Brasil.

 

Ultrapassando a cifra hedionda de 350 mil mortos, denunciam que, diante dos resultados de outros países no combate à pandemia, centenas de milhares de pessoas não morreram pela fatalidade da doença, mas antes pela ação e inação do governo federal.

 

Por esse governo, ultrapassaremos a cifra de 1 milhão de mortos, sem que isso a afete seu humor grosseiro e ofensivo; sem que isso o leve a adotar providências que, efetivamente, combatam a pandemia!

 

Denunciam ainda a imobilidade dos entes que, possuidores de poder, não impediram e não vêm impedindo o genocídio em curso no Brasil.

 

As competências do Executivo federal foram, uma a uma, ignoradas e, mais do que isso, substituídas por falas e atitudes do Presidente da República que levaram o povo à desinformação, à dúvida e, por consequência, à morte. Esse é o projeto de extermínio. Esse é o genocídio.

 

A necessária ação para impedir que Bolsonaro/Mourão/Centrão seguisse com esse verdadeiro genocídio foi postergada por aqueles que poderiam ter dado um basta a esse governo que mata. Muitos são, por omissão, avalistas da tragédia.

 

Desde o primeiro dia em que Bolsonaro, ciente da gravidade da pandemia, foi à porta do Palácio e às ruas abraçar pessoas, desqualificar a Ciência e desmentir as orientações da Organização Mundial de Saúde, ele deveria, na forma da Lei, ter sido apeado da Presidência do Brasil.

 

A persistirem a compra espúria de apoio no parlamento, o acovardamento do mais alto escalão do judiciário, a ganância perene da elite empresarial, a negação à ciência de órgãos da classe médica, o negacionismo interesseiro de algumas igrejas, a covardia de parte da imprensa que coloca os seus interesses empresariais à frente dos interesses do país, todos e todas serão condenados pela História como cúmplices do genocídio do qual a Nação brasileira é, hoje, vítima.

 

Hoje, o Brasil, refém de uma imensa dor, lança um grito de socorro à Humanidade!

 

Por um Auxílio Emergencial digno e permanente enquanto durar a pandemia!

 

Por apoio aos pequenos empresários!

 

Por Vacina gratuita para todos e todas, já!

 

CPI da Saúde, já!

 

Impeachment e responsabilização penal dos genocidas Bolsonaro/Mourão e Centrão!

 

E Viva o SUS!

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *