Publicidade

Mais de 51 mil mortes e mais de 1,1 milhão de casos, mas Bolsonaro reclama de exagero nas ações de combate à Covid-19

  • em


Os dados sobre a Covid-19 até a noite desta segunda-feira (22) mostram que o Brasil registra 1.106.470 casos confirmados e 51.271 pessoas mortas. Somente nas últimas 24 horas foram contabilizados 21.432 novos casos e 748 óbitos.

 

Depois de ter escondido os dados oficias por alguns dias, agora o Ministério da Saúde está atualizando os números, mesmo porque a mídia já havia se organizado para obter os dados com as secretarias estaduais de saúde.

 

Mas apesar dessa desgraça que toma conta do país, o presidente Jair Bolsonaro tem a coragem de afirmar que “talvez tenha havido um pouco de exagero” nas ações de combate à pandemia no país. Ele insinuou que não precisaria ter tanto cuidado nem gastado tanto dinheiro. Segundo Bolsonaro, a Organização Mundial de Saúde (OMS) cometeu erros, mas não disse quais e ainda destacou que surgem novas informações no “mundo todo”.

 

Demonstrando total despreparo para governar e que não está nem aí com a perda de tantas vidas, Bolsonaro disparou a seguinte frase: “A gente apela aqui aos senhores governadores e prefeitos que obviamente com responsabilidade comecem a abrir o comércio. Porque novas informações vêm do mundo todo, vêm da OMS, através dos seus equívocos, que talvez tenha havido um pouco de exagero no trato dessa questão lá atrás”.

  • Compartilhe