Publicidade

São Leopoldo detecta surto de contaminação de Covid-19 em moradores que trabalham em frigorífico na Serra gaúcha

  • em


Surto de contaminação de Covid-19 foi identificado pela Prefeitura de São Leopoldo em moradores da cidade, que trabalham num frigorífico, localizado no município de Garibaldi, na Serra gaúcha. Nesta sexta-feira, 1º de maio foram confirmados 14 casos em funcionários dos frigoríficos Nicolini e JBS de Garibaldi. Mais de 100 leopoldenses trabalham nas duas empresas e todos estão sendo contatados para realização de exame. O prefeito de São Leopoldo, Ary Vanazzi (PT) disse neste sábado, que foram aplicados 88 testes para evitar a ampliação do foco.

 

Além disto, emitiu um alerta urgente para a prefeitura de Garibaldi, solicitando providências com relação ao surto nos frigoríficos. E comunicou ao Ministério Público do Trabalho (MPT) para verificar as condições sanitárias e epidemiológicas dos trabalhadores. “Este caso é gravíssimo. Vamos buscar as medidas urgentes para proteger nossa população”, destaca Vanazzi. Desde sexta-feira, duas equipes da Secretaria de Saúde se dividiram para localizar os trabalhadores.

 

Até o momento foram confirmados 72 casos, sendo que 26 deles, tem como fonte de contaminação o trabalho, fora de São Leopoldo. Já foi registrada a morte de um trabalhador em Garibaldi. Segundo a secretária municipal de Saúde, Simone Agostini de Moraes, foram adotados os protocolos do Ministério da Saúde. E os estabelecimentos receberam visitas da vigilância epidemiológica com acompanhamento do Ministério Público do Trabalho.

 

Há incidência de Covid-19 em nove plantas frigoríficas no RS

 

A Secretaria Estadual de Saúde já registra 124 casos confirmados de Covid-19, com uma morte em frigoríficos do Rio Grande do Sul. Segundo o boletim, há incidência de Covid-19 em nove plantas frigoríficas de Passo Fundo, Marau, Garibaldi, Lajeado, Carlos Barbosa, Encantado e Tapejara. Foram suspensas as atividades nos frigoríficos da JBS em Passo Fundo e do São Domingos em Tapejara.

 

O Ministério Público do Trabalho atua para que os frigoríficos adequem suas linhas de produção para barrar o contágio de Covid-19. Plantas localizadas na região Norte do Estado precisam agir de acordo com a portaria 283 do Governo do RS, publicada no dia 29 de abril com exigências específicas para o setor de frigoríficos. A região de Passo Fundo e Erechim, e Lajeado no Vale do Taquari, estão identificadas pela bandeira vermelha no modelo de distanciamento social que o governo concluir na próxima semana.

 

Foto – EBC/ Divulgação

 

  • Compartilhe