Publicidade

Santa Catarina registra alto índice de ocupação em UTI

  • em


O número de pacientes com covid-19 internados em leitos de UTI foi considerado o mais alto em Santa Catarina na última semana (12). A taxa de ocupação no estado, segundo dados coletados até 9 de julho, era superior a 67%. No total, são 522 leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo 352 já ocupados.

 

Os municípios aguardam a liberação de 56 novos leitos pelo Ministério da Saúde. A Federação Catarinense de Municípios (Fecam) tem se reunido com representantes da pasta, da Federação dos Hospitais, da Associação dos Hospitais, do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e com a deputada federal e relatora da Comissão Externa Covid-19, Carmen Zanotto, para discutir a situação no estado.

 

A Fecam alerta também para a falta de medicamentos para sedação de pacientes e de bombas de infusão e de monitores para os respiradores. Entre as medidas adotadas pelos municípios para driblar essa crise, está a locação de leitos de hospitais e clínicas particulares para atender a população.

 

Das sete regiões de saúde em Santa Catarina, quatro já apresentaram aumento na taxa de ocupação na última semana. São elas: Foz do Rio Itajaí, da Grande Florianópolis, do Planalto Norte e Sul.

  • Compartilhe