Publicidade

Reposição salarial de professores será tema de audiência com governo gaúcho na próxima quarta-feira (21)

  • em



Reposição salarial será o tema principal dos dirigentes do CPERS-Sindicato, na audiência com o secretário-chefe da Casa Civil, Arthur Lemos, e do líder do governo, deputado Frederico Antunes (PP) na próxima quarta-feira, dia 21 de julho.  Os professores enfrentam quase sete anos de congelamento de salários, além da perda de metade do poder de compra perdido para a inflação, direitos retirados, e  redução de adicionais.

 

 

Para completar a situação, os educadores e funcionários de escolas acumularam gastos extras, em função do trabalho remoto na pandemia.O último reajuste foi registrado ainda no governo de Tarso Genro (PT), em 2014. Desde este período, a inflação acumulada atingiu 45% e o custo da cesta básica em Porto Alegre teve um aumento de 80%, segundo levantamentos do CPERS.  A audiência  que ocorrerá na quarta-feira foi agendada, após a presidente da entidade, Helenir Aguiar Schürer encontrar-se com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gabriel Souza no dia 12 de julho para que fosse aberto um canal de negociação com o governo de Eduardo Leite (PSDB). Já que todos os pedidos de encontros haviam sido ignorados pelo Executivo.

 

 

Além da pressão sobre os parlamentares e também junto ao Executivo estadual, foram colhidas 150 moções de apoio em câmaras municipais de vereadores no Rio Grande do Sul. A campanha salarial da categoria integra  uma peça publicitária que começou a ser veiculada neste domingo em rádios e TVs. Confira neste link : A educação não pode mais esperar. #ReposiçãoJÁ!

 

 

Mobilizações presenciais e vigílias da categoria serão realizadas na Praça da Matriz, onde se localizam o Palácio Piratini e Assembleia Legislativa todas as terça-feiras.

 

 

Com informações do CPERS Sindicato

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *