Publicidade

Reforma Tributária gaúcha prevê aumento no IPVA

  • em


 

O aumento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) está entre as propostas de Reforma Tributária no Rio Grande do Sul, apresentada nesta quinta-feira, 16 de julho pelo governador Eduardo Leite (PSDB).  A sugestão é de que a alíquota suba para 3,5% para automóveis e caminhonetes. Atualmente é de 3%. Também incluída na proposta que o teto de isenção só vigore para veículos fabricados há mais de 40 anos (atualmente é de 20 anos).

 

Na apresentação, Eduardo Leite destacou que, mesmo com o aumento, a alíquota será menor que de outros estados, como Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo (4%) e Goiás (3,75%). Também haverá alteração no desconto de Bom Motorista. Serão alterados os percentuais conforme o seguinte padrão: quem tiver três anos sem infração passa a ter desconto de 5%, em vez de 15%; dois anos sem infração, 3% em vez de de 10% e um ano sem infração 2%, em vez de 5%.

 

O chamado IPVA Verde é outra mudança anunciada que deve ampliar para os carros híbridos até 2023. Atualmente, a isenção já existe para os veículos elétricos. Na proposta, consta ainda a isenção no IPVA por dois anos para a compra, até 2023, de novos ônibus e caminhões, além de isenção por quatro anos para ônibus com características de biossegurança. a proposta será enviada à Assembleia Legislativa.

 

  • Compartilhe