Publicidade

Queimadas no Maranhão têm redução de 33% no comparativo com 2019

  • em


O Maranhão registrou queda no número de focos de incêndio no primeiro semestre de 2020. Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) tabulados pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) mostram que houve redução de 33% na quantidade de pontos de fogo florestal em todo o território, em comparação com o mesmo período do ano passado.

 

O resultado é fruto das ações conjuntas entre a SEMA, Corpo de Bombeiros, Batalhão de Polícia Ambiental e Defesa Civil, como o Dia D de Combate às Queimadas, realizada na BR-135. Durante a ação, são distribuídas lixeiras próprias para veículos, além de material didático com esclarecimentos sobre a importância dos cuidados para evitar queimadas.

 

Este ano, como parte dos procedimentos previstos na Portaria 0073/2020, já estão sendo monitoradas áreas com indícios de incêndio, gerando informações distribuídas nos Boletins de Monitoramento de Queimadas. Ainda este ano, serão criadas cartilhas específicas sobre queimadas para os municípios de Mirador, Balsas, Imperatriz, Grajaú, Barra do Corda e Codó. Seminários e cursos de capacitação também serão organizados nessas regiões.

 

A mesma portaria listou os procedimentos técnicos e administrativos da Queima Controlada no estado, que vão gerar bancos de dados vetoriais das áreas autorizadas a realizar a queima. Com a chegada do período seco neste segundo semestre, haverá a reestruturação da Sala de Situação da SEMA, com redefinição de metodologias operacionais e protocolos de segurança junto ao Corpo de Bombeiros. (Informação – SEMA-MA).

 

  • Compartilhe