Publicidade

Presta depoimento nesta quinta (6), à CPI da Pandemia, o atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

  • em



O atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falará à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia do Senado, nesta quinta-feira (6), a partir das 10hs, sendo o terceiro titular da Pasta, no governo de Bolsonaro, a prestar depoimento à CPI, que investiga as ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no Brasil e o uso de recursos da União, transferidos para Estados e municípios, para prevenir e combater o coronavírus.

 

 

Queiroga, que assumiu o Ministério da Saúde no dia 23 de março, após a saída do general Eduardo Pazuello, será cobrado pelos senadores, pela falta de vacina em massa no país, como forma de imunizar a população frente à ação letal do vírus que levou a óbito mais de 414 mil pessoas e contaminou mais de 14,9 milhões. Também nesta quinta-feira, na parte da tarde, a CPI da Covid ouvirá o diretor-presidente da Agência de Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antônio Barra Torres.

 

Outros ministros

 

Para as audiências da próxima semana, conforme requerimentos aprovados, estão agendadas as presenças de outros ex-ministros de Bolsonaro. São eles: Fábio Wajgarten, ex-Secretário Especial de Comunicação Social da Presidência da República (terça-feira, 11), e o ex-ministro Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, (quinta-feira, 13).

 

Para o dia 19, está agendada a presença mais esperada, a do ex-ministro da Saúde, General Eduardo Pazuello, que – agendado para comparecer à Casa, na terça-feira passada – articulou junto ao Comando do Exército, o adiamento de seu depoimento para esse dia, sob a justificativa de que teria tido contato com dois coronéis auxiliares, que teriam testado positivo para a Covid, sendo, desta forma, necessário ele cumprir a quarentena.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *