Publicidade

Presidente do Superior Tribunal Militar diz que Bolsonaro “é um democrata” e que oposição está “esticando demais a corda”

  • em



O presidente do STM, general Luis Carlos Gomes Mattos, disse que aqueles que criticam o governo Bolsonaro “não deixam” o presidente governar. Ele ainda alertou: “Quem está contra logicamente vai esticar essa corda, como se diz, até que ela arrebente”

 

 

 

Para o presidente do Supremo Tribunal Militar (STM), general Luis Carlos Gomes Mattos, Jair Bolsonaro não é uma ameaça à democracia. Em entrevista concedida à Veja, ele defendeu o governo, atacou a oposição e alertou:  “Quem está contra logicamente vai esticar essa corda, como se diz, até que ela arrebente”

 

 

 

“O presidente Bolsonaro é um democrata, fala com o palavreado do povo, mas nada disso com a intenção de quebrar as estruturas, destruir as instituições, dar um golpe”, disse.

 

 

 

Questionado sobre sua avaliação do governo, o presidente do STM disse que “não deixam” Bolsonaro governar: “Quem critica Bolsonaro faz isso de manhã, de tarde, de noite. Tudo atribuem ao presidente. Tudo de errado. Será que você aguentaria isso? Que reação eu teria? Não sei. E alguma coisa boa atribuem? O Brasil está crescendo, a economia está crescendo, mesmo com todas as dificuldades. Não tenho dúvida de que estão esticando demais a corda”.

 

 

 

Apesar de sua defesa do governo, o general negou que as Forças Armadas tenham sido “capturadas”. “Outro absur­do que dizem por aí é que as Forças Armadas foram capturadas pelo governo. Não fomos capturados por ninguém. Nós passamos quantos anos em governos de esquerda? As Forças Armadas se mantiveram fiéis ao presidente, que é o comandante em chefe das forças, seja ele de que ideologia for”, afirmou.

 

Reproduzido do site 247

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *