Publicidade

Porto Alegre: Trabalhadores da saúde cobram testagem para Covid-19 em ato na frente do Hospital Ernesto Dorneles 

  • em


Trabalhadores se mobilizaram em frente ao Hospital Ernesto Dorneles, no bairro Azenha em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na manhã gélida de 5º graus nesta sexta-feira, 21. Cobram testagem de todos os profissionais da saúde para Covid-19. O ato simbólico foi realizado por representantes do Sindisaúde e da Central Única dos Trabalhadores (CUT/RS).

 

“Não podemos ficar indiferentes diante do descaso dos hospitais e dos governos Bolsonaro e Eduardo Leite em testar quem está na linha de frente no combate à pandemia do coronavírus”, frisou o presidente da CUT/RS, Amarildo Cenci. Todos os dirigentes sindicais respeitaram o distanciamento social e usavam máscaras de proteção, conforme os protocolos sanitários da Organização Mundial de Saúde (OMS). Houve bastante receptividade dos funcionários do hospital, segundo Cenci. Já são 104.068 casos de contaminações por Covid-19 e 2.948 mortes no Estado. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, 10% desses casos são de profissionais da saúde.

 

Na próxima terça, 25, às 11h da manhã será realizado mais um ato dessa vez em frente ao Palácio Piratini para cobrar testagem novamente do governador Eduardo Leite. “Em vez de ficar trocando as cores das bandeirinhas e apresentar um calendário descabido de volta às aulas presenciais em meio à pandemia, Leite deveria formular um plano de testes em massa para o povo gaúcho, especialmente”, destacou o presidente da CUT/RS.

 

A mobilização vai anteceder nova rodada de mediação do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-4), que será realizada no mesmo dia, entre a CUT-RS, Federação dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde (Fessers), e sindicatos que representam trabalhadores da saúde com as federações patronais dos hospitais privados e filantrópicos gaúchos.

 

 

Com informações da CUT/RS
  • Compartilhe