A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar uma denúncia de venda de itens com apologia ao nazismo por uma loja em Nova Trento, na Grande Florianópolis. A denúncia foi feita por um turista que esteve no estabelecimento no fim de semana e viu peças com suástica e também um busto de Hitler.

A loja fica anexa a um museu da cidade.

Nesta segunda-feira (9) a Polícia Civil informou que esteve no local e que os objetos alvo da denúncia não foram encontrados. Mesmo assim, segundo o delegado Conrado Cintrão, o caso é investigado.

“Já foram feitas diligências preliminares, um inquérito foi instaurado e estamos investigando os fatos para elucidar totalmente a situação”, afirmou o delegado.

Procurada pelo G1, a Prefeitura de Nova Trento informou que a loja de antiguidades fica em um estabelecimento particular e que vai aguardar as investigações da polícia antes de avaliar se tomará alguma medida em relação ao estabelecimento. O G1 não conseguiu contato com o estabelecimento até a publicação desta reportagem.

O turista fez a denúncia também ao Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). Por meio da assessoria de comunicação, o MPSC informou que a “2ª Promotoria de Justiça da Comarca de São João Batista irá aguardar a conclusão do inquérito policial para avaliar o caso”.

Outro caso semelhante é investigado pelo MPSC, que no início de junho instaurou procedimento para apurar a possível venda de objetos com apologia ao nazismo por uma loja em Timbó, no Vale do Itajaí. O caso segue sendo apurado pelo MPSC e também pela Polícia Civil.

Segundo a Lei federal 7.716/89, é crime “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”.

Do  G1