Publicidade

Plano falso do governo não convence Lewandowski, que intima Pazuello a apresentar data de vacinação

  • em


Depois de receber do governo, no sábado (12), o “Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19”, que mais parece uma peça de ficção, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), se deu conta de que o documento é mais uma embromação do que propriamente um planejamento para atender as necessidades da população. Assim, o ministro determinou, neste domingo (13), que o governo Bolsonaro informe, no prazo de 48 horas, quando pretende iniciar a campanha nacional de vacinação contra a Covid-19.

 

Lewandowski escreveu: “Intime-se o Senhor Ministro de Estado da Saúde para que esclareça, em 48 (quarenta e oito) horas, qual a previsão de início e término do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid – 19, inclusive de suas distintas fases. 2 – Intime-se também o Senhor Advogado-Geral da União”.

 

A decisão diz respeito à ação em que partidos de oposição pedem que o governo seja obrigado apresentar um cronograma de vacinação contra a Covid-19.

 

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *