Publicidade

Pinturas “incomuns na arte paleolítica” (foto)

  • em



Pinturas que poderiam ‘mudar a compreensão da arte rupestre’ encontradas em Espanha (FOTO)

 

 

Uma série de gravuras e pinturas rupestres foram encontradas na gruta Alkerdi 2, localizada na cidade espanhola com o mesmo nome, anunciou, na quinta-feira (30), a Direção Geral de Cultura do Governo de Navarra, em Espanha.

 

As figuras, descritas como “incomuns na arte paleolítica”, incluem uma dúzia de representações gravadas de animais como o bisão, o auroque, cavalos, bem como várias linhas vermelhas que poderiam corresponder ao período Gravetiano, que ocorreu entre 28 mil a 20 mil anos atrás.

 

“O estudo tecnológico dos sulcos gravados mostra que a pessoa que os fez não tinha a habilidade típica dos artistas; neste sentido, ele parecia ser um aprendiz ou alguém inexperiente, porque não era capaz de fazer golpes contínuos e seguros”, apontou Olivia Rivero, membro da equipe de pesquisa.

 

Um conjunto incomum de esculturas rupestres de 25 mil anos encontradas na caverna Alkerdi 2.

 

A Direção Geral de Cultura do Governo de Navarra e a Direção Geral de Cultura e Conselho Municipal de Urdax apresentam a descoberta histórica, no âmbito da Conferência Europeia sobre Patrimônio no sábado, em 2 de outubro.

 

De acordo com o coordenador do estudo, Diego Garate, esta descoberta poderia mudar a compreensão da arte rupestre, geralmente referida às pessoas como “domínio artístico”.

 

A coleção de arte deverá apresentada no dia 2 de outubro como parte das Jornadas Europeias do Patrimônio, junto com os resultados do estudo preliminar.

Do site Sputnik Brasil

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *