Publicidade

Parlamentares gaúchos aprovam congelamento do salário mínimo regional

  • em


O salário mínimo regional no Rio Grande do Sul foi congelado. Por maioria, os deputados estaduais gaúchos votaram contra a reposição da inflação no piso em 2020. Composto por cinco faixas salariais que vão de R$ 1.237,15 até1.567,18, o piso beneficia 1,3 milhão de trabalhadores gaúchos.

 

Centrais sindicais pressionavam para que os parlamentares votassem pelo reajuste de 4,5%. A votação ocorreu no dia 1°de dezembro. A CUT-RS denunciou, nesta quinta-feira, 3, os nomes, os partidos e as fotos dos deputados e das deputadas que votaram a favor da emenda que estabelece reajuste zero para o salário mínimo regional de 2020.

 

“Os deputados da base aliada do governador, que são maioria na Assembleia, passaram o ano inteiro sem votar o projeto e esperaram o final das eleições para votar sorrateiramentt e ferrar os trabalhadores e as trabalhadoras que recem os menores salários no Rio Grande do Sul”, protestou o presidente da CUT-RS, Amarildo Cenci.

 

O placar da votação foi de 34 a 14. Somente as bancadas do PT, PDT e PSol e três deputados de outros partidos, foram contra o congelamento.

 

 

Com informações da CUT-RS

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *