Publicidade

Os desafios de Petro: uma lista com pontos suspensivos

  • em



Depois de obter os votos de mais da metade dos colombianos [50,4%], porém não por ampla margem, terá como prioridades a necessidade de articular maiorias, vencer ao narcotráfico e lidar com as resistências de militares e empresários para poder governar um país polarizado

 

 

No próximo mês de agosto Gustavo Petro será investido oficialmente como o novo presidente da Colômbia, o primeiro de esquerda que chega à Casa de Nariño.

 

Depois de obter os votos de mais da metade dos colombianos [50,4%], porém não por ampla margem, terá como prioridades a necessidade de articular maiorias, vencer ao narcotráfico e lidar com as resistências de militares e empresários para poder governar um país polarizado.

 

Seu primeiro choque será com o Congresso [composto pelo Senado e pela Câmara de Representantes]. Se enfrentará com uma oposição muito dura, porque a direita é a principal ideologia nesse país e os entraves do organismo legislativo podem adiar ou impossibilitar o cumprimento de suas promessas de campanha.

 

Petro, de 62 anos, se propõe governar para as minorias e para os pobres, num país com mais de 21 milhões de pessoas que vivem na pobreza e 7,4 milhões na pobreza extrema, segundo dados do Departamento Administrativo Nacional de Estatística.

 

Em seus primeiros cem dias pretende enfocar seus esforços num plano de emergência contra a fome, pois a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura [FAO] considera a Colômbia como o país da América do Sul com maior risco de insegurança alimentar. Para este 2022, mais de sete milhões de colombianos necessitarão de assistência alimentar.

 

O homem que durante a campanha prometeu ambiciosas reformas em matéria de pensões, impostos, saúde e agricultura disse que «só sobre a base de crescer economicamente, de produzir, é que poderemos também redistribuir».

 

Em seu primeiro discurso depois de se conhecer os resultados eleitorais, anunciou que «vamos desenvolver o capitalismo em Colômbia, não porque o adoremos mas sim porque temos primeiro que superar a pré-modernidade em Colômbia, o feudalismo em Colômbia, os escravismos».

 

A nação segue sendo a maior produtora de cocaína a nível global, o que se traduz num grande fluxo de armas, violência, corrupção e crime organizado.

 

Para atacar esse flagelo, o governo de Petro necessitará da colaboração de seus vizinhos e justamente aí tem outro de seus grandes desafios: sua projeção para a região, em especial com a Venezuela, com a qual Bogotá mantém uma relação bastante tensa por causa da desacertada ingerência do mandatário Iván Duque.

 

Também está sua relação com o exército. Após a tomada de posse, os militares terão que jurar lealdade a um ex-membro da guerrilha. Será chave a nomeação para ministro de Defesa.

 

Se soma [também] o mercado, que facilita ou complica qualquer gestão e para Petro parece que não será fácil. Após seu triunfo, a bolsa de valores despencou uns 5%, enquanto as ações da petroleira Ecopetrol –principal companhia de petróleo- caiu uns 11,23%.

 

Petro terá muito o que enfrentar e os obstáculos, que seguirão aparecendo, só permitam vislumbrar que a lista de seus desafios encerra hoje com pontos suspensivos.

 

 

Por Milagros Pichardo | Tradução Joaquim Lisboa Neto 

 

 

Foto da capa: A nação segue sendo a maior produtora de cocaína a nível global, o que se traduz num grande fluxo de armas, violência, corrupção e crime organizado. Foto: BBC

 

 

Acesse↓
https://www.granma.cu/mundo/2022-06-30/los-retos-de-petro-una-lista-con-puntos-suspensivos-30-06-2022-22-06-19

 




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *