Publicidade

Operação da PF cumpre mais de 100 mandados contra bolsonaristas

  • em



Autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a operação é parte do inquérito que investiga ações golpistas relacionadas ao resultado das eleições presidenciais de 2022

 

 

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta quinta-feira (15), mais de 100 mandados de prisão, busca e apreensão em sete estados contra apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL). Eles são suspeitos de organizar atos golpistas, como bloqueios em rodovias e atos em frente a quartéis.

 

 

Autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a operação é parte do inquérito que investiga ações antidemocráticas relacionadas ao resultado das eleições presidenciais de 2022. Para impedir a posse do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), os suspeitos, invariavelmente, pedem intervenção militar, o que é inconstitucional.

 

 

Além de busca e apreensão, esses suspeitos também foram alvos de bloqueio de contas, quebra do sigilo bancário e bloqueio de redes sociais. Só em Santa Catarina, há 15 mandados. A operação ocorre, ainda, no Acre, no Amazonas, no Distrito Federal, no Espírito Santo, no Mato Grosso, no Mato Grosso do Sul e no Paraná.

 

 

A operação dá sequência à reação do STF contra a escalada golpista liderada por bolsonaristas. Em novembro, a Corte autorizou o bloqueio de contas bancárias de 43 pessoas e empresas envolvidas com o golpismo. Já na semana passada, proprietários de caminhões que participaram de atos ilegais foram multados em R$ 100 mil e tiveram seus veículos impedidos de circular.

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *