Publicidade

ONU alerta para mortes em massa por fome em Mianmar

  • em



O Escritório das Nações Unidas para os Direitos Humanos em Mianmar informou que 100 mil  pessoas foram deslocadas no país.

 

O relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) para os direitos humanos em Mianmar, Tom Andrews, alertou, na quarta-feira (9), para as “mortes em massa” por fome e doenças por causa da desestabilização política e econômica no país.

 

“Mortes em massa em razão da fome, doenças e falta de abrigo em uma escala que não víamos desde o golpe de 1º de fevereiro podem ocorrer se não houver ação imediata”, disse o relator das Nações Unidas.

 

“Os confrontos entre os grupos rebeldes e as forças da junta governante nas últimas semanas levaram a uma situação preocupante no estado de Kayah, perto da fronteira com a Tailândia”, disse o alto funcionário.

 

 

 

 

Cerca de 100 mil pessoas foram deslocadas em Kayah em razão dos recentes combates entre soldados birmaneses e milícias rebeldes, segundo informações do Escritório das Nações Unidas para os Direitos Humanos em Mianmar.

 

 

Em 11 de março de 2021, o Conselho de Segurança da ONU condenou, pela primeira vez, a repressão em Mianmar contra os manifestantes que permanecem mobilizados contra a junta militar e o golpe de 1º de fevereiro.

Da Telesur

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *