Publicidade

O dólar e a crise política

  • em


O real é a moeda que mais se desvalorizou no ano de 2020 entre os países com as chamadas economias em ascensão. Dados da Agência O Estado afirma que no final de abril o real já tinha, em relação ao dólar, desvalorizado 36,51% até o fechamento do mercado na quinta-feira (30). Na sequência aparecem o rand sul-africano (-32,27%), peso mexicano (-27,70%), peso colombiano (-20,30%) e a lira turca (-19,99).

 

A pandemia atinge todos os países no mundo em todos os aspectos. É natural que afete no câmbio de moedas, também. Até porque é muito difícil prever com exatidão o que acontece nesse mercado. São muitas variáveis internas e externas a cada país. E a pandemia é um agravante na medida que causa impacto na atividade comercial e econômica de maneira geral.

 

Em 5 de março deste ano, durante o evento da Federação das indústrias do estado de São Paulo – FIESP, o ministro da economia, Paulo Guedes, afirmou que o dólar só passaria do valor de 5 reais se o governo fizesse muita besteira. Hoje, 14/05/2020 o dólar comercial fechou a 5 reais e 81 centavos. De lá pra cá, a pandemia avançou e parte dessa alta pode se dever a ela. Mas já estamos quase na casa dos 6 reais, apesar do sobe e desce.

 

O debate pode apontar várias causas que se somam: o corte na taxa Selic é tido por muitos como um colaborador dessa alta do dólar. A guerra econômica dos Estados Unidos com a China pode também provocar valorização da moeda americana e a consequente desvalorização da nossa. Tudo ajuda e contribui, é verdade.

 

Mas todas as causas ainda deixam a pergunta no ar. Por que o real é a moeda que mais se desvalorizou no ano de 2020 frente ao dólar chegando a quase 6 reais? A causa campeã parece ser a crise política. Investidores não arriscam tanto. Empresas presentes no Brasil e em outros países têm dado preferência em direcionar seus investimentos para ambientes mais estáveis.

Aparentemente ninguém quer arriscar investindo em um país onde se fica na expectativa da próxima crise que o próprio governo, através do seu presidente, vai criar.

 

Tudo indica que a previsão do ministro Paulo Guedes estava correta. O dólar passou de 5 reais. O governo fez (e faz) muita besteira. Talvez o que Paulo Guedes não esperasse é que o tamanho da desvalorização do real nos desse o título de moeda mais desvalorizada nas economias emergentes. Talvez agora ele venha a admitir que temos também um governo campeão em fazer besteiras.

 

Stefano Silva Nunes é médico veterinário e estudante de economia
  • Compartilhe