Publicidade

O balanço do Pacto Histórico na Venezuela

  • em



A comunidade de centro-esquerda formada por colombianos residentes na Venezuela oferece equilíbrio e anuncia uma agenda para o restabelecimento das relações binacionais

 

Mónica Delgado

 

O Pacto Histórico na Venezuela, constituído por partidos, organizações e movimentos sociais colombianos que fazem a vida na Venezuela, apresentou na sexta-feira 24 de junho passada na cidade de Caracas o balanço da mobilização e uma agenda de trabalho a se realizar desde as regiões para contribuir a caracterizar, entre outros, o estado atual da faixa binacional e propostas para uma política de restabelecimento das relações e o acompanhamento massivo à posse do presidente Gustavo Petro.

 

Dirigentes dos chamados Comitês Petro-Francia da Região Central [Caracas, Guaira, Miranda, Aragua e Carabobo], Barinas, Táchira, Amazonas, Zulia, Apure e Mérida relataram os enormes esforços que significou a mobilização da colombianidade a votar, superando longas horas de deslocamento, trajetos por rios, trilhas e rodovias para contribuir com a esperança de uma Mudança pela Vida [Cambio por la Vida], com um registro de 3.200 votos entre os centros consulares e centros eleitorais nacionais.

 

Na declaração de imprensa, se agradeceu a todos aqueles que acreditaram na capacidade organizativa do Pacto Histórico em seu capítulo bolivariano, enfatizando em que a solidariedade dos povos com esta mobilização consolidou os laços de amor e fraternidade com as justas lutas, se somando a este gigantesco esforço por fazer valer os direitos da cidadania colombiana na Venezuela, o Pacto Histórico Internacional liderado pela representante à câmara internacional Karmen Ramírez Boscan, indígena do povo binacional Wayúu.

 

Apresentaram como linhas de ação para a agenda de trabalho:

 

a- Construir uma nova política migratória que garanta os direitos da população migrante de nossos povos.

 

b- Impulsionar uma convenção da colombianidade na Venezuela que permita construir essa nova política migratória que transforme o conceito de fronteira por Faixa Binacional.

 

c- Impulsionar projetos binacionais que fortaleçam o intercâmbio econômico, político e sociocultural baseados em relações de solidariedade.

 

d- Estabelecer mesas de diálogo que permitam fortalecer esforços binacionais no marco dos Acordos de Paz.

 

e- Impulsionar uma integração latino-americana desde a paz como eixo principal e uma perspectiva anticolonialista.

 

f- Caracterizar os problemas comuns das zonas limítrofes e construir coletivamente alternativas de solução.

 

g- Anunciaram que marcharão em Caravana à tomada de posse no próximo 7 de agosto.

 

 

Tradução > Joaquim Lisboa Neto
Acesse > https://semanariovoz.com/el-balance-del-pacto-historico-en-venezuela/

 

 

Foto da capa: Reunión del Pacto Histórico en Venezuela




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

 

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *