Publicidade

Novo tempo surgindo no horizonte

  • em



Participação popular, democratização do poder, nova Constituinte, avanço das forças democráticas, balazo no neoliberalismo, emprego, saúde, educação e previdência – uma agenda política economica e social é o que deverá ser prioridade não apenas para o governo Boric, mas, também, o eventual governo Lula, se faturar em 2022; a sociedade não quer mais neoliberalismo; Kast levou banho de bola com suas propostas neoliberais; não há espaço para continuidade das políticas econômicas como as de Paulo Guedes cuja essência é destruição de direitos econômicos, sociais e políticos dos trabalhadores; a Constituição de 1988 está sendo esquartejada, no Brasil, razão pela qual as duas pesquisas sinalizam Lula de barbada.

 



Chile: o que pretende fazer Gabriel Boric como presidente

 

 

O candidato de esquerda apresentou seu “Acordo de Implementação Programática” antes do segundo turno. O plano sintetiza os eixos de suas iniciativas e foi desenvolvido com as equipes técnicas dos ex-candidatos Marco Enríquez-Ominami e Yasna Provoste.

 

 

Gabriel Boric  apareceu no segundo turno das eleições presidenciais no Chile  com um programa que chamou de “Acordo de Implementação Programática”, no qual coletou o que foi discutido com as equipes dos ex-candidatos Marco Enríquez-Ominami e Yasna Provoste.Ele foi eleito presidente  pelos chilenos  e o texto serve de diretriz para imaginar o que ele pode fazer quando assumir o cargo.

 

 

Boric disse que nessas linhas programáticas ficou claro que existem pontos de contato entre as propostas de seus ex-competidores de esquerda e centro-esquerda.

Explicou que a “urgência de recuperar empregos de qualidade é partilhada, nomeadamente no caso das mulheres, apoiando de forma decisiva as PME, bem como promovendo o crescimento e avançando num processo de recuperação económica sustentável e com adaptação à crise climática”.

 

 

Leia matéria completa no site do Página 12

 

 

Confira também o discurso de Boric após a eleição:

 

 

 

(*) Por César Fonseca com edição do Jornal Brasil Popular. César Fonseca é jornalista, atua no programa Tecendo o Amanhã, da TV Comunitária do Rio e edita o site Independência Sul Americana



 

 

SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

O Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *