Publicidade

No Maranhão, quarentena dos marujos com cepa indiana chega ao fim e UTI lotadas

  • em



Terminou, nesta sexta-feira (28), o prazo da quarentena da tripulação do navio Shandong Da Zhi, de bandeira de Hong Kong, no qual seis dos 24 tripulantes foram diagnosticados com a variante indiana da Covid-19.

 

O governo do Maranhão solicitou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que realize novos testes PCR em todos os marujos para assegurar a certeza de que todos superaram o contágio. Um dos tripulantes, de nacionalidade indiana, continua em tratamento num hospital privado de São Luís e o navio continua fundeado a 35 quilômetros do Complexo Portuário da capital maranhense.

 

A volta do home office

 

Nesta sexta também, a Assembleia Legislativa e o Tribunal de Justiça do Maranhão suspenderam as atividades presenciais e passaram a funcionar em home office. A medida foi tomada após reunião com os chefes dos Três Poderes do estado, realizada na quinta-feira (26).

 

O colapso do sistema hospitalar é iminente na Grande Ilha de São Luís, que concentra cerca de 1,5 milhão de habitantes, em quatro municípios. Hoje, os hospitais públicos estavam com 98,14% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e, 88,72% dos leitos clínicos ocupados. Não há vagas nos hospitais particulares.

 

 

A esperança é de que, para este sábado (29), o início da remoção de pacientes com Covid-19 para hospitais do território maranhense situados no interior.
 

A Secretaria de Estado de Saúde informou, nesta sexta, que 147 pessoas que tiveram contato direto ou indireto com os tripulantes do Shandong Da Zhi foram testadas e continuam sendo monitoradas. Seis desses diagnosticaram positivo para Covid-19, mas a cepa identificada foi a P.1, chamada de variante de Manaus, que está se tornando dominante no País. Com isso, o governo estadual considera que não há transmissão da cepa indiana no Maranhão.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *