Publicidade

“Não será uma conversa banal”, alerta Glauber Braga sobre encontro de chefe da CIA com governo Bolsonaro

  • em



O Estado norte-americano, comprovadamente, já organizou vários golpes de Estado ao redor do mundo. No Brasil, organizou o golpe contra Getúlio Vargas em 1954, o golpe militar de 1964 – que impôs um regime ditatorial por mais de 20 anos – e, recentemente, o golpe de 2016 contra o PT, através da Lava Jato

 

O deputado federal Glauber Braga (PSOL) ressaltou a reunião de William J. Burns, diretor da CIA (órgão de espionagem dos Estados Unidos), com os ministros Augusto Heleno e Luiz Eduardo Ramos, ambos militares. “Não será uma conversa banal ou desinteressada”, destacou o deputado no Twitter.

 

 

 

O Estado norte-americano, comprovadamente, já organizou vários golpes de Estado ao redor do mundo. No Brasil, organizou o golpe contra Getúlio Vargas em 1954, o golpe militar de 1964 – que impôs um regime ditatorial por mais de 20 anos – e, recentemente, o golpe de 2016 contra o PT, através da Lava Jato.

 

Nesta quinta-feira, 1, Burns foi à Brasília se reunir com ministros militares de Bolsonaro. Ele e o embaixador americano em Brasília, Todd Chapman, chegaram ao Palácio do Planalto no meio da tarde desta quinta. Não há na agenda de Bolsonaro qualquer compromisso com o oficial da CIA.

 

O diretor da CIA passou mais de três décadas no corpo diplomático americano. Ele foi escolhido para comandar a agência pelo presidente dos EUA, Joe Biden.

 

Do site 247

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *