Publicidade

Manifestação em frente ao Piratini pede retirada de projeto do governo que Leite que pode liberar uso de agrotóxicos no RS

  • em


Vestidos de macacões e máscaras, integrantes da Frente Cidadã contra os Agrotóxicos protestaram na frente do Palácio Piratini e da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira, 15 de dezembro. A mobilização é contra o Projeto de Lei 260/2020 que propõe flexibilizar o uso de agrotóxicos no Rio Grande do Sul e liberar inúmeros compostos banidos desde a década de 1980. A matéria consta na pauta de votações desta quarta-feira, 16 de dezembro.

 

A proposta do Executivo, quer alterar a Lei 7747 de 22 de dezembro de 1982, que “dispõe sobre o controle de agrotóxicos e outros biocidas em nível estadual”, segundo o enunciado da legislação.

 

Representação enviada ao Ministério Público Estadual nesta segunda, 14 de dezembro, denuncia que a proposta pode permitir no Rio Grande do Sul, o uso de agrotóxicos que não estejam autorizados em seus países de origem. O documento é assinado por 13 organizações, também pedem que a pauta perca o caráter de votação em regime de urgência. Ou seja, neste caso o projeto tem de ser apreciado prioritariamente, pelas regras do Legislativo, se ele não for avaliado, passa a trancar a pauta.

 

Após o ato pacífico, os manifestantes se dirigiram ao Viaduto Otávio Rocha na Avenida Borges de Medeiros e na Duque de Caxias.

 

Ato na terça (15/12), em frente ao Palácio Piratini  /  Foto de Anahi Fros

 

  • Compartilhe