Publicidade

Luta Nacional das Pessoas com Deficiências: por um Brasil mais inclusivo

  • em



Em 21 de setembro celebramos o dia da Luta Nacional das Pessoas com Deficiências, data para reafirmarmos o compromisso da inclusão de todos nas políticas de estado. Faço parte da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara dos Deputados e para homenagear e tratar de mais inclusão para essa população, realizamos na data uma audiência em conjunto com a Comissão de Seguridade Social e Família com o tema sobre o Índice Nacional de Inclusão.

 

A discussão no âmbito do Congresso Nacional foi solicitada por mim através de um requerimento e apresentou a métrica do novo Índice, lançado pelo Instituto Olga Kos, que pretende analisar se as cidades são inclusivas e se as pessoas com deficiência estão sendo beneficiadas com essas políticas.

 

O Instituto Olga Kos é uma associação sem fins lucrativos que fortalece projetos artísticos e esportivos e atende crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual.

 

A audiência também contou com parlamentares, representante da secretaria nacional da Família do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, da presidente do Conselho Federal de Serviço Social e da secretária nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social (Snelis) da Secretaria Especial do Esporte, do Ministério da Cidadania.

 

O método irá levantar com pesquisas e estatísticas as condições em que vivem as pessoas com deficiência no Brasil e esses resultados serão fundamentais para concepção e gestão de políticas públicas.

 

De acordo com o Instituto, o Índice é um instrumento de âmbito nacional capaz de identificar o perfil e grau de inclusão das pessoas com deficiências a partir de dados primários e secundários, pesquisas de campo e escuta dessas pessoas para que seja levantada as principais barreiras para participação social.

 

No momento difícil que vivemos, é de extrema importância que os escolhidos como representantes do povo levem esperança ao brasileiro. Solicitei que como membros da Comissão, em conjunto com outros parlamentares, acompanhemos a construção do Índice e o esforço do governo em conduzir esta importante iniciativa que busca tornar visível uma população que infelizmente ainda é tratada como invisível.

 

(*) Alexandre Padilha é médico, professor universitário e deputado federal (PT-SP). Foi Ministro da Coordenação Política de Lula, Ministro da Saúde de Dilma e Secretário de Saúde na gestão Fernando Haddad na cidade de SP.

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *