Publicidade

Lula viaja a Boa Vista (RR) para avaliar situação de emergência do povo Yanomami

  • em



Uma comitiva interministerial desembarca em Boa Vista, capital de Roraima, neste sábado (21), com presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para avaliar a situação de emergência do povo Yanomami. Clique aqui e confira a denúncia do site Sumaúma

 

Em nota, a Presidência da República informa que Lula segue acompanhado dos ministros da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino; da Defesa, José Múcio; do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias; da Saúde, Nísia Trindade; dos Direitos Humanos e Cidadania, Silvio Almeida; da Secretaria-Geral, Márcio Macedo; dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara; e do Gabinete de Segurança Institucional, general Gonçalves Dias.

 

Também integram a comitiva o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno; a presidente da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), Joenia Wapichana; e o secretário de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, Ricardo Weibe Tapeba. Em Boa Vista, Lula visita o hospital indígena e a Casa de Apoio à Saúde Indígena.

 

Na noite dessa sexta-feira (20), o Ministério da Saúde declarou emergência de saúde pública para enfrentar à desassistência sanitária das populações no território Yanomami. Desde segunda-feira (16), técnicos da Pasta resgataram ao menos oito crianças Yanomami em estado grave.

O presidente Lula também decretou a criação Comitê de Coordenação Nacional, para discutir e adotar medidas em articulação entre os poderes para prestar atendimento a essa população. O plano de ação deve ser apresentado no prazo de quarenta e cinco dias, e o comitê trabalhará por 90 dias, prazo que pode ser prorrogado.

 

Em postagem do Instagram, a ministra Sônia Guajajara informou a partida para Roraima. “guajajarasonia  Estamos embarcando agora em comitiva com o Presidente @lulaoficial para Roraima em uma ação interministerial. Nossa Luta é para salvar as vidas do povo Yanomami”.

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *