Publicidade

Lula lidera corrida eleitoral 2022 com 55% contra 32% de Bolsonaro no 2º turno, diz DataFolha

  • em



A esperança pode vencer o ódio e o medo. Pelo menos é o que dizem os números percentuais de uma pesquisa do Instituto DataFolha divulgados, nesta quarta-feira (12). Na mostra, Lula aparece na liderança: no primeiro turno, com 41% das intenções de voto, e Bolsonaro com apenas 23%. Em um hipotético segundo turno, o petista ganharia com 55% dos votos contra 32% de Jair

 

 

Pesquisa do Instituto DataFolha, divulgada nesta quarta-feira (12), indica que se a eleição fosse hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ganharia a eleição de 2022 com 55% contra 32% de Jair Bolsonaro (sem partido ou x-PSL).

 

Segundo dados do instituto, Lula chegaria ao segundo turno com uma ampla vantagem. O jornal Folha de S. Paulo observa que os dados ocorrem pouco mais de 2 meses após Lula ter tido seus direitos políticos restabelecidos. De acordo com o instituto, Lula alcançou 41% das intenções de voto, no primeiro turno, contra 23% de Jair Bolsonaro.

 

 

Em um segundo lugar, embolados, aparecem o ex-ministro da Justiça, Sergio Moro (sem partido), com 7%; o ex-ministro da Integração, Ciro Gomes (PDT), com 6%; o apresentador Luciano Huck (sem partido), com 4%; o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que obteve 3%; e, empatados com 2%, o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM) e o empresário João Amoedo (Novo).

 

 

O ex-presidente Lula em 2021

 

O DataFolha informou que, somados, os adversários de Lula chegam a 47%, apenas seis pontos percentuais a mais do que o petista. Outros 9% disseram que pretendem votar em branco, nulo, ou em nenhum candidato, e 4% se disseram indecisos. O levantamento foi realizado com 2.071 pessoas, de forma presencial, em 146 municípios, nos dias 11 e 12 de maio. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

 

 

“Num eventual segundo turno contra Bolsonaro, Lula levaria ampla vantagem, com uma margem de 55% a 32%. Ele receberia a maioria dos votos dados a Doria, Ciro e Huck, enquanto o presidente herdaria a maior fatia dos que optam por Moro, seu ex-ministro da Justiça e atual desafeto”, afirma o jornal.

 

 

A Folha de S. Paulo diz ainda que o petista venceria na segunda etapa contra Moro (53% a 33%) e Doria (57% a 21%). Jair Bolsonaro empataria tecnicamente com Doria, marcando 39%, contra 40% para o tucano. E perderia para Ciro, obtendo 36%, contra 48% para o pedetista.

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *