Publicidade

Levante Feminista contra o Feminicídio DF e Entorno realiza reunião aberta ao público nesta quarta (18)

  • em



Em 2022, o Distrito Federal registrou 24 feminicídios e 22 tentativas de feminicídiosque deixaram 38 órfãos. Nos 15 primeiros dias de 2023, já ocorreram quatro casos registrados. “Esses números alarmantes sinalizam que as mulheres, majoritariamente as negras, continuam sendo o principal alvo do ódio tão difundido pelo governo fascista que se encerrou, pela sociedade racista, misógina e patriarcal”, indica o Levante Feminista contra o Feminicídio DF e Entorno.

 

   

Por essa e outras razões o Levante Feminista contra o Feminicídio DF e Entorno realiza e convida todas, todes e todos para seu primeiro encontro público de 2023. Com o horizonte de enfrentamento do feminicídio, o evento é aberto e ocorrerá nesta quarta-feira (18/1), das 19h às 22h, no Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF): SIG Quadra 6, Lote 2.260, Setor de Indústrias Gráficas (SIG).

 

 

     

 

Em nota divulgada à imprensa, o Levante Feminista afirma que, “apesar das múltiplas formas de resistências e lutas dos movimentos feministas e de mulheres, as violências contra as mulheres continuam recorrentes e cotidianas. Essas violências sexistas pretendem, de diversas formas, destruir e aniquilar o corpo e a vida das mulheres. O feminicídio é o limite, “encerrando” a barbárie da violência do patriarcado contra as mulheres”.

 

 

As organizadoras do encontro lembram que o ministro da Justiça Flávio Dino adotou como uma das prioridades nacionais a redução do número de feminicídios. Cida Gonçalves, a ministra das Mulheres, ressaltou que fará uma gestão para todas e que o ministério vai “trabalhar arduamente na reconstrução de um país com a cara e o jeito das mulheres”.

 

 

 

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *