Publicidade

Leilão do pré-sal destrói o futuro brasileiro

  • em



ANP aprova novos blocos do pré-sal para leilão

 

 

 

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), noticia o jornal Monitor Mercantil (17/02/2022), aprovou na semana passada o pré-edital e as minutas de contratos para leilão de 11 blocos do pré-sal, dentro da “Oferta Permanente de Partilha de Produção (OPP)”.

 

Como explica a ANP, a OPP objetiva colocar para produção áreas terrestres e marítimas contínuas, inclusive com acumulações marginais. Em outras palavras, reduzir os volumes de petróleo que venham a beneficiar o povo brasileiro.

 

O mais incrível é que todo este entreguismo dos responsáveis pela energia no Brasil esteja sendo amparado por dispositivos legais. Ou seja, têm a conivência dos poderes judiciário e legislativo.

 

E o brasileiro, sem informações ou tendo-as incompletas e até para induzir a erro, se deixa roubar o futuro do povo, do País.
Quando nos anos 1930, o Brasil despertava para economia industrial, criava o Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio, nacionalizava as riquezas que não podem se repor nem substituir no processo de desenvolvimento, como a energia e, em especial o petróleo – quando acaba e não tem mais – não supunha que, um dia, os dirigentes tendo-as encontrado pelo afinco, denodo, patriotismo de brasileiros que passaram suas vidas estudando e trabalhando para dar petróleo ao Brasil, fosse ver escoar pelos dedos, sem qualquer benefício para a geração atual e futuras, esta riqueza.

 

Qualquer ato de corrupção se apequena diante dos leilões do pré-sal. Não há risco. É ganho assegurado.

 

Vejam os leitores desta coluna o que está nas manchetes internacionais: uma guerra pelo petróleo – Estados Unidos da América (EUA) e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) contra a Federação Russa. O que significa que de um lado estão, no máximo, 82,4 bilhões de barris de petróleo e, apenas na Rússia, 107,8 bilhões. Por que a constante campanha contra a Venezuela, chamando seu presidente eleito e reeleito de ditador?

 

Porque este vizinho sul-americano tem reservas de 303,8 bilhões de barris de petróleo.

 

O preço do barril está em alta, há quem o coloque em US$ 100, proximamente. Há a expectativa de guerra, mas há muito mais especulação e interesse dos capitais financeiros apátridas.

 

E qual o custo de produção de um barril do pré-sal? Claro que a Direção da Petrobrás oculta esta informação, mas podemos estimar, no máximo, com os custos financeiros incluídos, inferior a US$ 20. É desta ordem de valor o que está sendo proposto pela ANP e a Direção da Petrobrás retirar do futuro do Brasil: 80 dólares vezes a reserva de cerca de 50 bilhões de barris.

 

Precisamos reagir. Colocar esta discussão na pauta dos candidatos a Presidente do Brasil, a senadores e a deputados federais.

 

ENERGIZANDO

 

* Conselho de Administração da Petrobrás aprova negociação do Polo Norte Capixaba, com voto contrário da representante dos trabalhadores

https://rosangelabuzanelli.com.br/ca-aprova-negociacao-do-polo-norte-capixaba-com-voto-contrario-da-representante-dos-trabalhadores/

 

 

** Salários na Petrobrás são uma questão de gênero

https://fup.org.br/salarios-na-petrobras-sao-uma-questao-de-genero/

 

 

***Acionistas aprovam venda da Eletrobras

https://petronoticias.com.br/acionistas-aprovaram-a-desestatizacao-da-eletrobras-durante-assembleia-virtual/

 




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.

 

 

Você pode nos ajudar aqui:

 

 

Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

 

 

BRB

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

 

 

→  PIX:23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

 

 

📷 Instagram

🎞️YouTube

📱Facebook  

💻Site

 

 

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

 

 

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *