Publicidade

Lei Aldir Blanc foi sancionada e os recursos precisam chegar aos trabalhadores da cultura

  • em


Foi sancionada, nesta segunda-feira (29), a Lei Aldir Blanc, que tem como objetivo ajudar os trabalhadores da cultura que perderam renda por causa da pandemia, fornecer apoio mensal aos espaços culturais que estão impedidos de realizar atividades presenciais e recursos para editais de fomento a projetos culturais.

 

O Projeto, de autoria da deputada Benedita da Silva (PT-RJ), que contou com a relatoria da deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), prevê a destinação de R$ 3 bilhões para o setor cultural, e será repassado em uma única parcela para estados e municípios.

 

Entre os benefícios estão a renda emergencial de R$ 600,00 aos profissionais do setor, subsídios de R$ 3.000,00 a R$ 10.000,00 a espaços culturais, micro e pequenas empresas culturais, cooperativas, instituições e organizações culturais comunitárias que tiveram suas atividades interrompidas devido às medidas de isolamento em combate a pandemia.

 

Agora falta o governo Bolsonaro libertar os recursos, mas certamente será preciso fazer muita pressão para que isso aconteça de forma rápida, pois a cultura tem pressa.

 

  • Compartilhe