Publicidade

Janja e Lula vão ao Palácio da Alvorada e encontram residência oficial em ruínas

  • em



Além de ter deixado uma herança maldita ao país, o casal Bolsonaro deixou outras marcas nefastas

 

Antes de utilizar o Palácio do Planalto para trabalhar, o presidente Lula (PT) mandou que fosse feita uma varredura no local por motivos de segurança, mas também sanitários. Nesta quarta-feira (4), o mandatário divulgou vídeo e imagens para mostrar que já despacha do Palácio.

 

Tapete rasgado no Palácio da Alvorada; primeira-dama, Janja, mostrou ao blog a situação da residência oficial — Foto: Reprodução/GloboNews
Tapete rasgado no Palácio da Alvorada; primeira-dama, Janja, mostrou ao blog a situação da residência oficial — Foto: Reprodução/GloboNews

 

Mas, ao que tudo indica o Palácio do Planalto não é o único lugar que precisa de uma varredura e reforma. A jornalista Natuza Nery (Globo News) realizou uma entrevista especial com a esposa do presidente, Jana Silva e esta fez revelações à Nery um tanto escabrosas sobre a residência oficial, o Palácio do Alvorado.

 

 

A convite de Janaj, Natuza Nery acompanhou a primeira-dama em um tour pelo Alvorada, pois, Janja queria mostrar à jornalista o cenário de destruição deixado por Michelle e Jair Bolsonaro.

 

Sofá rasgado no Palácio da Alvorada — Foto: Reprodução/GloboNews
Sofá rasgado no Palácio da Alvorada — Foto: Reprodução/GloboNews

 

“Ela (Janja) apontou diversos espaços, a gente foi até lá juntas, ela me conduziu até o piso privado, porque há um primeiro piso que é público e que será reaberto à visitação. Ela mostrou a parte que fica reservada, que é o segundo andar, que ficar reservada à família presidencial e apontou diversos danos”, revela Natuza Nery.

 

 

Em seguida, a jornalista relata alguns dos danos e afirma que o edifício, que é histórico, está com muitos problemas devido a maus cuidados e que vai precisar de uma série de reparações.

 

Sala onde são feitas as reuniões de estado está com tábuas soltas no chão — Foto: Reprodução/GloboNews
Sala onde são feitas as reuniões de estado está com tábuas soltas no chão — Foto: Reprodução/GloboNews

 

Áreas do Palácio da Alvorada apresentam infiltração — Foto: Reprodução/GloboNews
Áreas do Palácio da Alvorada apresentam infiltração — Foto: Reprodução/GloboNews

 

 

“Danos em tapete, infiltração, obras de arte que não estão lá, eles não conseguiram ainda rastrear parte dessas obras que não estão lá e estão em outro lugar. O iventário de onde esse acervo está ainda não foi encontrado. Há janelas quebradas. O estado geral do edifício, que é o mais icônico de Brasília, segundo o que nós vimos, não é bom. O estado geral exige bastante reparação. Isso deve retardar a ida de Janja e Lula para o Palácio”, revela Natuza Nery.

 

 




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *