Publicidade

Já são 15 marujos com covid-19 em navio fundeado no Maranhão

  • em



O graneleiro Shandong Za Dhi, de bandeira de Hong Kong, está fundeado na costa de São Luís e toda sua tripulação, de 24 marujos, se encontra em quarentena. Desde a última quinta-feira, 13, um dos tripulantes, de nacionalidade indiana, foi internado em hospital particular de São Luís, com diagnóstico de covid-19. A partir daí, o navio se encontra na área de fundeio do Complexo Portuário da capital maranhense.

 

Durante esse período, todos os 24 tripulantes da embarcação foram submetidos a exames PCR para diagnóstico da covid-19. Além do primeiro diagnosticado, outros 14 testaram positivo e nove, negativo.
No último domingo, mais dois marujos, também de nacionalidade indiana, foram internados no mesmo hospital, após recomendação médica. Os demais 21 marujos estão isolados em cabines individuais a bordo do Shandong Da Zhi, onde estão sendo monitorados por autoridades sanitárias brasileiras.

 

As amostras coletadas do exame PCR foram encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN/MA) e para o Instituto Evandro Chagas (IEC), em Belém, que fará o sequenciamento genômico. Esse procedimento vai indicar se a cepa da doença encontrada nos tripulantes Shandong já se encontra em circulação no Brasil ou se se trata de uma variante ainda desconhecida no País.

 

O Shandong Da Zhi é um carregador de minério construído em 2012 e tem capacidade de carga de 402.387 toneladas. Mede 360 metros e tem a largura de 65,06 metros. A tripulação que se encontra a bordo embarcou no navio na Cidade do Cabo, na África do Sul, no início de abril passado.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *