Publicidade

Ipec: Lula tem 51% no 2º turno, e Bolsonaro, 42%

  • em



Pesquisa Ipec realizada com entrevistas pessoais, contratada pela TV Globo e divulgada hoje, aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está à frente do segundo turno eleitoral, com 55% dos votos válidos. O presidente Jair Bolsonaro (PL) tem 45%. Votos válidos são calculados com exclusão de brancos, nulos e indecisos.

 

 

Em comparação com a pesquisa do instituto divulgada na última quarta-feira (5), o cenário é estável e os dois candidatos mantiveram os mesmos números.

 

 

De votos totais, Lula tem 51% e Bolsonaro, 42%, no cenário estimulado —quando os eleitores recebem uma lista dos candidatos. Na semana passada, o petista já tinha 51% e o presidente ficou com 43%, ou seja, oscilou um ponto para baixo desde então. Essa variação, no entanto, ocorre dentro da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

 

 

Na apuração das urnas na primeira rodada eleitoral, Lula terminou com 48,43% (57.259.504) dos votos e Bolsonaro teve 43,20% (51.072.345) dos votos válidos. O segundo turno eleitoral acontecerá no dia 30 deste mês.

 

 

A pesquisa realizou 2 mil entrevistas face a face entre os dias 8 e 10 de outubro. O nível de confiança, segundo o instituto, é de 95%. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número BR-02853/2022 e custou R$ 237.301,76.

 

 

Votos válidos

Lula (PT): 55%
Jair Bolsonaro (PL): 45%
Votos totais (estimulado)
Lula (PT): 51%
Jair Bolsonaro (PL): 42%
Branco/nulo: 5%
Não sabe: 2%

 

 

A pesquisa também testou a rejeição dos candidatos ao Planalto. Na última semana, ambos oscilaram dentro da margem de erro: Bolsonaro foi de rejeitado por 50% para 48%, enquanto Lula foi de 40% para 42% nesse intervalo.

 

 

Jair Bolsonaro (PL): 48%
Lula (PT): 42%

 

 

Segundo a pesquisa, 96% dos entrevistados têm convicção de qual será seu candidato no segundo turno. 6% responderam que poderiam mudar de voto.

 

Sobre o instituto

 

 

O Ipec foi fundado em fevereiro de 2021 por ex-executivos do Ibope, que encerrou suas atividades em janeiro por conta do fim de um acordo de licenciamento da marca após 79 anos. O Ipec aborda entrevistados em suas casas, localizadas em áreas estabelecidas conforme distribuição do eleitorado brasileiro.

 

 

O levantamento mostra que Lula vai melhor entre eleitores que:

  • avaliam negativamente o governo Bolsonaro (oscilou de 91% para 92%);
  • moram na região Nordeste (oscilou de 69% para 70%);
  • com renda familiar mensal de até 1 salário mínimo (oscilou de 64% para 65%), frente aos que têm renda familiar de mais de mais de 5 salários mínimos (varia de 30% para 31%);
  • são católicos (oscilou de 59% para 60%);
  • têm ensino fundamental (foi 58% para 62%), frente aos que têm ensino médio (segue com 48%) e superior (variou de 46% para 42%);
  • se autodeclaram como pretos/pardos (oscilou de 55% para 57%), na comparação com quem se autodeclara branco (oscilou de 45% para 44%).
  • e moram em domicílio no qual alguém recebe benefícios do governo federal (oscilou de 58% para 59%), na comparação com aqueles que moram em domicílios onde ninguém recebe auxílio do governo (segue com 48%)

 

Bolsonaro, por sua vez, vai melhor entre eleitores que:

  • avaliam como ótima ou boa a sua gestão (permanece com 91%);
  • têm renda familiar mensal superior a 5 salários mínimos (variou de 65% para 62%), em relação àqueles que têm renda de até 1 salário mínimo (oscilou de 29% para 28%);
  • são evangélicos (tinha 51% neste segmento, agora tem 63%);
  • vivem nas regiões Sul (oscilou de 54% para 56%) e Norte/Centro-Oeste (oscilou de 53% para 52%);
  • têm ensino superior (oscilou de 49% para 50%), na comparação com os menos instruídos (oscilou de 34% para 32%);
  • se autodeclaram brancos (de 47% para 50%), em relação aos que se autodeclaram pretos/pardos (varia de 39% para 36%);
  • e os que moram em domicílio no qual ninguém recebe benefícios do governo federal na comparação com aqueles moram em domicílios onde alguém recebe tais auxílios (mantém, respectivamente, os percentuais de 45% e 37%).

 




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *