Publicidade

Invasão de terras protegidas da Amazônia Legal aumentou 56% no governo Bolsonaro

  • em



A ocupação irregular de áreas protegidas da Amazônia aumentou 56% nos dois primeiros anos do governo de Jair Bolsonaro. A informação é do Instituto Socioambiental (ISA).

 

Até o fim do ano passado, uma área de 10,6 milhões de hectares da Amazônia Legal estavam ocupadas de forma irregular, o que se compara a uma extensão de todo o estado de Pernambuco.

 

Os hectares incluem unidades de proteção ambiental, conservação e terras indígenas, que foram invadidas e desmatadas por ação de grileiros. Além de usar as terras para a venda, também exploram os seus recursos.

 

Essa prática aumentou 274% entre 2018 e 2020, em áreas de uso sustentável, 54% em unidades de conservação federal de proteção integral, 46% em zonas de proteção ambiental e 31% em terras indígenas, segundo o Instituto Socioambiental (ISA).

 

Do GGN

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *