Outra pesquisa (Instituto Paraná Pesquisas) mostra Lula ampliando ainda mais a sua vantagem sobre Bolsonaro e este vendo seus índices de desaprovação crescerem sem parar.

 

E é pior ainda para Bolsonaro, pois ele perde não apenas para Lula, mas também para os demais candidatos à presidente.

 

Isso revela o enorme cansaço da sociedade com Bolsonaro e o repúdio de parcelas majoritárias contra sua política genocida, mentirosa e agora abertamente corrupta.

 

Goste ou não a oligarquia e o governo americano, o fato é que o cansaço com Bolsonaro está virando aceitação de Lula como saída da profunda crise, ou melhor, do enorme buraco onde as classes dominantes empurraram nosso país.

 

Não é por nenhuma jogada de marketing ou de fake news que Lula lidera as pesquisas, mas por uma inclinação natural da maioria do eleitorado que varreu as falsas acusações da Globo e da Lava Jato e vê no ex-presidente alguém com a experiência comprovada para deter a destruição do Brasil e mobilizar toda a sociedade em sua reconstrução democrática, popular e soberana.

 

Por isso Lula nem precisa comparecer aos atos para obter deles o apoio em 2022. Para o bem de sua segurança pessoal e para evitar exploração política da Globo, é até preferível que ela não participe das manifestações.

 

Na contradição cada vez mais evidente e compreensível para a maioria da população, que opõe a barbárie bolsonarista aos valores da civilização, Lula se identifica e é identificado pelas massas com a defesa da civilização, da democracia, da vida e da paz.

 

Val Carvalho – escritor e militante de esquerda