Publicidade

Haddad desmente ‘fake news’ sobre fim do real

  • em



A ideia dos dois países é de uma moeda regional para incrementar comércio e finanças, e não o fim do real brasileiro ou do peso argentino

 

Já em Buenos Aires, onde está na comitiva do presidente Luiz Inácio Lula (PT) da Silva em visita oficial à Argentina, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, em conversa com  jornalistas, desmentiu a fake news de que o real vai ser extinto com a criação de uma moeda comum do Mercosul. A informação falsa é disseminada nas redes sociais e aplicativos de mensagem desde a primeira semana do novo governo e mesmo antes, ainda na campanha eleitoral.

 

Segundo Haddad, a eventual nova moeda não resultaria no fim do real e nem do peso argentino. O brasileiro explicou que esteve com o ministro da Economia argentino, Sergio Massa, e que a ideia é que uma moeda regional incremente as transações comerciais e financeiras entre os dois países, mas não implicaria em “moeda única”.

 

“Estive com ele mais de uma vez conversando e ele está querendo incrementar o comércio que está caindo muito. Está muito ruim, e o problema é exatamente a divisa”, disse Haddad. A busca é por “alguma coisa em comum, alguma coisa que permita a gente incrementar o comércio, porque a Argentina é um dos países que compram manufaturados do Brasil e a nossa exportação para cá está caindo”, acrescentou.

 

Já na primeira semana a informação mentirosa já havia sido desmentida por agências de checagem, informando inclusive que tais inverdades vêm sendo divulgadas ainda na campanha eleitoral, juntamente com as fake news sobre taxação do Pix (que acabaria) e confisco da poupança, que chegaram a viralizar. Todas falsas.

 

Vídeo manipulado

 

 

Uma das versões da mostra uma matéria da CNN Brasil manipulada em que o embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, e Haddad haviam anunciado o fim do real no Brasil. O que circula na internet é um trecho cortado do vídeo, que omite a clara explicação de Scioli. O embaixador diz que uma moeda comum “não significa que cada país não tenha a sua moeda, significa uma unidade para integração e aumento do intercâmbio comercial em todo este bloco regional”.

 

 

A versão mentirosa usa uma linguagem sensacionalista afirmando: “Haddad anuncia o fim do real no Brasil! Adivinha o que vai acontecer com o dólar ?… vai disparar!! E com a bolsa?… Vai derreter !!”, diz o trecho falso.

 

 

 Veja aqui a informação verdadeira, não manipulada.

 

 

Leia também: Tabela do IR pode ter correção ainda este ano. Mas não será fácil

 




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *