Publicidade

Gestão do governo Bolsonaro na Petrobrás contrata plataformas no exterior e tira 1,5 mi de empregos do Brasil

  • em



Cada emprego direto no segmento gera cerca de 5 indiretos

 

 

Até 2026, a Petrobras colocará 14 plataformas para operar nas bacias de Campos e Santos; 10 delas já estão com suas obras contratadas no exterior, sendo 7 na China, 2 em Singapura e 1 na Coreia do Sul. Essa política está exportando o emprego do Brasil para a Ásia, protesta a Federação Única dos Petroleiros (FUP).

 

 

Segundo dados do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep), cada bilhão de investimento na construção de plataforma gera 26,3 mil empregos. Por exemplo, o FPSO Maria Quitéria, que tem investimento estimado de R$ 5,6 bilhões, deve gerar 148 mil empregos, mas na Ásia. Esta embarcação vai operar a partir de 2024 no Parque das Baleias, na porção capixaba da Bacia de Campos.

 

 

As dez plataformas já contratadas no mercado asiático pela Petrobras devem representar exportação de mais de 1 milhão de empregos: “Se todas essas plataformas tiverem um investimento similar ao do FPSO Maria Quitéria, a exportação total de empregos será de 1,47 milhão de trabalhadores”, calcula o coordenador-geral da FUP, Deyvid Bacelar.

 

 

A política posta em prática pelo governo Bolsonaro contrasta com a que vigorou durantes os governos do Partido dos Trabalhadores (PT). Em 2014, os estaleiros contavam com 82.472 empregos diretos, e o País Brasil tinha uma das maiores carteiras de encomendas de plataformas de produção do mundo, de acordo com estatísticas do Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval).

 

 

Cada emprego direto no segmento gera cerca de 5 indiretos, o que levava a mais de 400 mil trabalhadores. Em maio de 2022, a indústria naval, por falta de encomendas, empregava apenas 21.447 trabalhadores.

 

 

Fonte: Monitor Mercantil




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *