Publicidade

Foz do Iguaçu: escalada do terrorismo bolsonarista atingiu o seu ponto mais alto

  • em



No fim de semana passado, em Foz de Iguaçu, Paraná, a escalada do terrorismo bolsonarista atingiu o seu ponto mais alto quando o policial penal José Rocha Garanho, instigado pela violência aberta pregada pelo presidente miliciano invadiu a festa de aniversário de 50 anos do guarda municipal petista Marcelo Arruda e aos gritos de “aqui é Bolsonaro” o matou a tiros.

 

Bolsonaro tem falado diariamente contra as urnas e as eleições e recentemente mandou o seguinte aviso à sua base fascista: “Sabemos o que temos que fazer antes das eleições”.

 

No mesmo dia em que assassinou o petista Marcelo Arruda o policial penal bolsonarista deve ter sabido do discurso de Eduardo Bolsonaro em Brasília pregando violência e dizendo aos fanáticos seguidores de seu pai miliciano que eles “não devem respeitar a esquerda”

 

A partir desse fato que aconteceu em Foz de Igauçu a situação política no país mudou, pois está meridianamente clara toda a extensão da preparação golpista de Bolsonaro, que usa a violência crescente contra o PT e Lula para justificar um ato de força, que tanto pode ser a não aceitação dos resultados das urnas, como o adiamento das eleições gerais por meio de uma PEC golpista urdida no apagar das luzes.

 

A não ser na seita bolsonarista, ninguém pode negar que o assassinato político do petista de Foz de Iguaçu deixou nu a intenção e o modus operandi do golpe de Bolsonaro. O avanço do golpe entrou em ritmo de galope.

 

Por isso é muito grave vermos esse assassinato político ser tratado pela delegada que deveria investigá-lo, uma bolsonarista assumida, como se fosse uma “briga de bar”. Isso para não falar das declarações do presidente e do vice-presidente naturalizando o crime praticado, como que instigando novos assassinatos.

 

E não escondendo o seu antipetismo visceral, temos ainda as manchetes da grande mídia passando panos quente no assassinato político bolsonarista, reduzindo-o a vaga e genérica definição de “extremismos”.

 

Mas na redes sociais o assassinato foi majoritariamente condenado e repudiado. Essa mesma condenação temos de cobrar das autoridades, a começar pelo Congresso Nacional e o STF e chegou o momento das forças democráticas de todos os campos ideológicos reforçarem a sua unidade antifascista e se mobilizarem nas tribunas e nas ruas para dar um basta ao terrorismo bolsonarista.

 

Não podemos permitir que os fanáticos bolsonaristas vistam impunemente as “camisas negras” do fascismo ou “camisas pardas” do nazismo para sair por aí ameaçando e até mesmo matando os defensores da democracia.

 

Ser “isentão” nesse momento equivale a ser cúmplice do fascismo bolsonarista. A sociedade democrática tem portanto não apenas o dever e mas principamente a obrigação de cobrar das autoridades e instituições medidas severas para se pôr um fim a essa escalada de violência que visa intimidar e calar quem se opõe a Bolsonaro.

 

 

(*) Por Val Carvalho – escrito e militante de esquerda

 




SEJA UM AMIGO DO JORNAL BRASIL POPULAR

 

Jornal Brasil Popular apresenta fatos e acontecimentos da conjuntura brasileira a partir de uma visão baseada nos princípios éticos humanitários, defende as conquistas populares, a democracia, a justiça social, a soberania, o Estado nacional desenvolvido, proprietário de suas riquezas e distribuição de renda a sua população. Busca divulgar a notícia verdadeira, que fortalece a consciência nacional em torno de um projeto de nação independente e soberana.  Você pode nos ajudar aqui:

 

• Banco do Brasil
Agência: 2901-7
Conta corrente: 41129-9

• BRB

 

Agência: 105
Conta corrente: 105-031566-6 e pelo

• PIX: 23.147.573.0001-48
Associação do Jornal Brasil Popular – CNPJ 23147573.0001-48

 

E pode seguir, curtir e compartilhar nossas redes aqui:

📷 https://www.instagram.com/jornalbrasilpopular/

🎞️ https://youtube.com/channel/UCc1mRmPhp-4zKKHEZlgrzMg

📱 https://www.facebook.com/jbrasilpopular/

💻 https://www.brasilpopular.com/

📰🇧🇷BRASIL POPULAR, um jornal que abraça grandes causas! Do tamanho do Brasil e do nosso povo!

🔊 💻📱Ajude a propagar as notícias certas => JORNAL BRASIL POPULAR 📰🇧🇷

Precisamos do seu apoio para seguir adiante com o debate de ideias, clique aqui e contribua.

  • Compartilhe

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *