A plataforma é gratuita e conta com advogados para defender perseguidos pelo governo. Nesta quinta-feira, a Justiça suspendeu a ação contra ele

 

Após ser intimado com base na Lei de Segurança Nacional por chamar Bolsonaro de “genocida” e ver outras pessoas presas por críticas do tipo, influenciador cria frente para dar auxílio jurídico gratuito. “Ninguém ficará sem defesa”, assegura.

 

O influenciador e empresário Felipe Neto lançou, na noite desta quinta-feira (18), a Frente Cala Boca Já Morreu. Trata-se de uma plataforma que reúne quatro grandes escritórios de advocacia brasileiros que visa oferecer defesa gratuita àqueles que forem processados ou presos por críticas ao governo de Jair Bolsonaro.

 

A iniciativa surge após o próprio Felipe Neto ter sido alvo de uma intimação policial dentro de uma ação movida pelo vereador Carlos Bolsonaro, com base na Lei de Segurança Nacional (LSN), pelo fato do influenciador ter chamado o presidente de “genocida”. Nesta quinta-feira (18), a Justiça suspendeu a ação.

 

 

 

 

“Liberdade de expressão no Brasil está sob ataque”

https://www.calaabocajamorreu.com.br/